Menu
terça, 25 de janeiro de 2022
Andorinha Janeiro/2022
Andorinha Mobile - Janeiro 2022
Geral

Polícia Penal de MS é aprovada com emendas e vai para sessão extraordinária

08 dezembro 2021 - 10h46Mídiamax

A partir de hoje, os agentes penitenciários passam a ser reconhecidos como policiais penais. Durante sessão desta quarta-feira, 8 de dezembro, a Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) aprovou em segunda discussão a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 08/2019, que institui a criação da Polícia Penal, no âmbito da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). 

Ao todo, foram 21 votos favoráveis e nenhum contra. No entanto, houve a apresentação de emendas constitutivas e a Casa deve realizar ainda hoje uma sessão extraordinária para aprovar a redação final. 

A PEC acrescenta artigos à Constituição Estadual, a fim de formalizar a criação da ‘nova polícia’. Deste modo, os servidores passam a ter os direitos inerentes à carreira policial. No mesmo sentido, o projeto também ‘desobriga’ a Polícia Militar e a Polícia Civil das tarefas de guarda e escolta de presos, atribuições que agora serão definitivamente dos policiais penais. A categoria esteve presente para acompanhar a votação. 

Em sua declaração de voto, o deputado estadual Coronel David, autor do projeto juntamente com outros deputados, agradeceu ao empenho da casa pelo esforço para a aprovação. “É um reconhecimento da Alems, do Governo do Estado, sobretudo da população de Mato Grosso do Sul que respeita muito essa categoria, que vence diariamente enormes dificuldades e se supera para que nosso sistema penitenciário seja considerado um dos melhores do país, apesar das necessidades que passa. É a Segurança Pública de MS fazendo história, hoje é um dia histórico”, declarou. 

Aprovação 

A aprovação é resultado de uma mobilização da categoria, encabeçada pelo Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária), cujo o presidente é André Santiago. Entre as justificativas, o pedido dos servidores se amparava na aprovação no Congresso Nacional da EC 104/2019 (Emenda Constitucional) que criou uma nova polícia no Brasil, a Polícia Penal, alçando os agentes penitenciários a condição de polícia penal, ficou a cargo dos estados fazerem as adequações nas constituições estaduais e as regulamentações. 

Desde o início o Sinsap tem trabalhado para que automaticamente os policiais penais sejam assim reconhecidos no Estado. O sindicaA criação da Polícia Penal em Mato Grosso do Sul e a concepção de uma secretaria estadual própria para o setor são importantes para atender as demandas de um sistema carcerário como o de Mato Grosso do Sul. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fronteira com Paraguai
Agência antidrogas localiza laboratório e destrói 6 toneladas de maconha
Proposta
Redução de preço é condição para manter ICMS sobre combustíveis congelado
Alerta
Estação Porto Esperança mantem baixa por uma semana
Benefício
Portadores de síndrome de Down passam a ter isenção de ICMS na compra de veículos 0km
Tráfico de Drogas
Homem é preso com 620 kg de maconha após perseguição em rodovia
Receptação
Homem é flagrado com moto roubada em blitz no centro
Denúncia
Homem rompe tornozeleira e é reconduzido para presídio
3ª Fase
Preso terceiro envolvido no sequestro e roubo em escola municipal de Corumbá
Variedade
Qual é o melhor banco digital para PJs?
4 quilos
Cocaína ocultada em papel é apreendida em van que seguia para Campo Grande

Mais Lidas

Fronteira
Família simulou venda de 20 mil toneladas de grãos em MS para 'maquiar' tráfico de cocaína
Crime de 2016
Homem condenado por estupro de vulnerável é preso em Corumbá
Desdobramentos
Polícia recupera TV furtada e prende mulher por receptação
Começa hoje
Programa Vale Universidade abre inscrições com 1 mil vagas disponíveis