Menu
terça, 26 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

PMA resgata cadela que sofria maus-tratos de pitbull depois de ambos serem deixados sem alimento

Proprietário dos animais teria viajado e deixado ambos sem alimento e água

04 janeiro 2021 - 14h31Mariana Conte

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande receberam denúncias que circulou nas redes sociais sobre uma cadela sem raça e um pitbull que estariam sofrendo maus tratos por falta de alimento e água. A denúncia ainda afirmava que o pitbull estaria agredindo a cachorra pequena.

Uma equipe realizou fiscalização na residência no bairro Jardim das Nações neste domingo, 2 janeiro no período da tarde e confirmou a denúncia. A casa estava fechada e, segundo os vizinhos, o proprietário estaria viajando há mais de uma semana. Pela fresta do portão, os Policiais verificaram que o animal de pequeno porte apresentava ferimentos e se podia perceber também falta de alimento e água, onde estavam os animais, bem como muitas fezes por todos os lados. Os vizinhos afirmaram que até jogavam ração, mas o pitbull agredia a cadelinha de pequeno porte e não a deixava comer.

Diante da situação flagrante de crime de maus tratos, a PMA solicitou apoio de um chaveiro para abrir o portão e a cachorra saiu e foi recolhida. Quanto ao animal pitbull que também estava sem alimento e água, a equipe solicitou aos vizinhos para tratá-lo e ele permaneceu na casa. A cadelinha foi recolhida a uma clínica veterinária, tendo em vista, que além dos ferimentos, ainda apresentava um tumor aparentemente cancerígeno do tamanho de uma laranja em uma das mamas.

O proprietário dos animais foi contatado e afirmou que resgatou a cachorra da rua há quatro anos, porém, não a levou para tratamento do tumor. Ele afirmou ainda que deixara uma pessoa para colocar alimento, porém, não houve como os Policiais entrarem no quintal para verificar, em razão do cachorro de grande porte. As testemunhas afirmavam não haver alimento, até pelo desespero dos animais quando era lançada ração no quintal.

Logo que chegue à cidade, o homem será autuado administrativamente e multado em R$ 2.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. A pena é de dois a cinco anos de reclusão para maus tratos de cães e gatos.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA. 

 

Fotos: Divulgação PMA

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nova Corumbá
Foragido é preso com diversos itens suspeitos na mochila
Presente Inesperado
Policiais Militares de Corumbá fazem surpresa em aniversário de criança que sonha em ser PM
Reivindicação
Vereadores pedem retorno das aulas presenciais na Rede Municipal
Representatividade
Sancionada Lei que institui o Prêmio Zumbi dos Palmares em Corumbá
Péssimas Condições
Morte de motorista na BR 262 é mais um alerta para o perigo do tráfego na rodovia
Campo Grande
Casa Rosa: atendimento integrado contra o câncer de mama inaugura em novembro
Ainda sem data
Problemas na aeronave do Exército suspende vacinação contra Covid no Taquari
R$ 9,3 milhões
Cinco bairros são beneficiados por obras no saneamento em Ladário
Parceria
Projetos do IFMS irão transferir tecnologia a escolas públicas
Investimento em Educação
MS recebe mais de R$ 4 milhões do governo federal para expandir Ensino Médio em tempo integral

Mais Lidas

Denúncia
Sem resposta, passageira recorre a rede social para reclamar da Buser
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira