Menu
sábado, 18 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

PMA prende piloteiros usando rede de pesca durante a piracema

11 fevereiro 2021 - 14h50Mariana Conte

Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizavam fiscalização no rio Paraguai, na região do Distrito de Albuquerque, nas proximidades da foz do rio Miranda, no município e prenderam na madrugada desta quinta-feira, 11 de fevereiro, dois pescadores utilizando petrecho proibido para a pesca (rede de pesca). Os pescadores estavam em uma embarcação, com motor de popa, usavam a rede de pesca e tinham acabado de retirar e abater dois peixes da espécie pintado e um da espécie cachara, pesando 23 kg ao todo.

Os infratores iniciavam a pescaria e tinham capturado apenas os três exemplares de pescado com o petrecho ilegal, graças a chegada da fiscalização, pois com o poder de captura deste tipo de petrecho, em uma noite no rio, a degradação seria muito grande, principalmente, se encontrassem um cardume. Foram apreendidos um barco, um motor de popa de 25 HPs com tanque e uma rede de pesca, medindo 100 metros e o pescado.

Os pescadores, de 19 e 55 anos, que exercem a profissão de piloteiros, residentes em Corumbá, receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Federal e responderão por crime ambiental de pesca predatória. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Os pescadores também foram autuados administrativamente e receberam multa de R$ 1.260,00 cada um, perfazendo R$ 2.320,00.

Prisão deste tipo indica a necessidade de fiscalização preventiva diuturnamente nos rios, da forma que a PMA está fazendo, principalmente durante a piracema. Mais dois presos durante à noite, o que confirma os levantamentos do serviço de Inteligência da PMA, de que os infratores que estão se arriscando a praticar pesca predatória estão indo para os rios no período noturno, principalmente pela facilidade de fuga e, consequentemente, a Polícia Militar Ambiental tem priorizado a fiscalização preventiva à pesca durante a piracema à noite e madrugada. No dia 4, à noite, três pescadores já tinham sido presos no rio Paraguai, na região conhecida como Bracinho.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tentativa de Homicídio
Adolescente é socorrido com perfuração de bala na coxa
Auditoria
Brechas favorecem corrupção em mais de 90% das organizações públicas de MS, revela TCU
Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
Limpeza
Centro e Aeroporto recebem mutirão da dengue
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta sexta (17) em Corumbá
PMA
Usina é multada em quase R$ 2 milhões por incêndio em áreas protegidas por lei
Cursos Grátis
Confira programação das carretas do Cidade Empreendedora em Corumbá
Repasses
MEC lança Painel de Investimentos em Educação Básica

Mais Lidas

Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Homenagem
Praça Palestina em Corumbá completa dois anos de criação