Menu
terça, 26 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

PGE integrará o Observatório Estadual da Nova Lei de Licitações

15 abril 2021 - 09h25Portal do Governo de MS

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) foi convidada a compor o recém criado Observatório Estadual da Nova Lei de Licitações, que levará ao debate a aplicabilidade da Lei nº 14.133, sancionada pelo Governo Federal no dia 1 de abril de 2021.

A efetivação do convite aconteceu com a visita do presidente do Observatório Estadual, nomeado pela Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), João Paulo Lacerda da Silva, ao gabinete da gestora da pasta, Fabíola Marquetti Sanches Rahim, nesta terça-feira (13.4).

Para a procuradora-Geral, será um trabalho produtivo e de importante troca de experiências. “A PGE fará parte do Observatório contribuindo efetivamente com o conhecimento dos procuradores que atuam na área de Compras Públicas, na composição de equipes para discussão dos trabalhos, dos impactos e das mudanças da nova legislação, com uma visão técnica de advocacia pública na interpretação dessa nova lei”, afirmou.

De acordo com o advogado, a iniciativa da OAB coloca a seccional MS na vanguarda. “Depois do Conselho Federal nosso Estado é o primeiro a criar o Observatório. A ideia é que possamos discutir amplamente a aplicabilidade da nova lei e nós queremos envolver todos aqueles que lidam diariamente com licitações e contratos administrativos. A PGE não poderia ficar de fora, assim como Assembleia Legislativa, a OAB/MS, a Associação dos Municípios de MS, entre outras importantes instituições. Lembrando que a PGE tem um papel fundamental e é um modelo a ser seguido no que se refere às questões ligadas às licitações e contratos administrativos”, finalizou.

A criação do Observatório Estadual da Nova Lei de Licitações ocorreu no dia 6 de abril e tem a finalidade de proporcionar maior segurança jurídica para a efetividade das novas regras e, para isso, será realizada uma série de atividades com a participação de representantes de órgãos públicos, advogados e toda a sociedade.

A redação final da nova lei foi aprovada no dia 10 de março pelo Senado e deve substituir a atual Lei das Licitações nº 8.666, de 1993, a Lei do Pregão nº 10.520, de 2002 e o Regime Diferenciado de Contratações (Lei nº 12.462, de 2011), modificando as normas referentes aos sistemas de contratação da administração pública.

João Paulo também é presidente do Instituto de Direito Administrativo de Mato Grosso do Sul (Idams) e da Comissão de Direito Administrativo da OAB/MS.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nova Corumbá
Foragido é preso com diversos itens suspeitos na mochila
Presente Inesperado
Policiais Militares de Corumbá fazem surpresa em aniversário de criança que sonha em ser PM
Reivindicação
Vereadores pedem retorno das aulas presenciais na Rede Municipal
Representatividade
Sancionada Lei que institui o Prêmio Zumbi dos Palmares em Corumbá
Péssimas Condições
Morte de motorista na BR 262 é mais um alerta para o perigo do tráfego na rodovia
Campo Grande
Casa Rosa: atendimento integrado contra o câncer de mama inaugura em novembro
Ainda sem data
Problemas na aeronave do Exército suspende vacinação contra Covid no Taquari
R$ 9,3 milhões
Cinco bairros são beneficiados por obras no saneamento em Ladário
Parceria
Projetos do IFMS irão transferir tecnologia a escolas públicas
Investimento em Educação
MS recebe mais de R$ 4 milhões do governo federal para expandir Ensino Médio em tempo integral

Mais Lidas

Denúncia
Sem resposta, passageira recorre a rede social para reclamar da Buser
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira