Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas

09 abril 2021 - 10h19Mariana Conte

A Operação Conjunta Ágata Oeste aconteceu nos estados de Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS) entre 22 de março e os primeiros dias de abril de 2021, desencadeada pelo Comando Conjunto Oeste e coordenada pelo Ministério da Defesa (MD), e foi realizada dentro de um ambiente conjunto e interagências onde participaram a Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Receita Federal (RFB), Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Polícia Civil e Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS).

Foram empregados cerca de 1.600 militares do Comando Militar do Oeste (Exército Brasileiro), 6º Distrito Naval (Marinha do Brasil) e da ALA 5 (Força Aérea Brasileira) em apoio aos Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF).

No período foram realizadas ações de bloqueio e controle de estradas e rios, operações aeromóveis, patrulhas fluviais e inspeções navais, utilizando ferramentas e informações geradas pelo Sistema de Integrado de Monitoramento de Fronteiras, o SISFRON. Foram ainda desencadeadas 4 (quatro) ações cívico-sociais (ACISOS), com atendimentos médicos e odontológicos, que beneficiaram a população de Porto Murtinho (2), Passo do Lontra e Bela Vista, no Mato Grosso do Sul.

As tropas militares, em apoio aos OSPF, obtiveram resultados expressivos de apreensão de drogas, armas, contrabando e descaminho, que atingiram um valor estimado de R$ 1.600.000,00 (um milhão e seiscentos mil reais).

Esses valores, caso somados aos resultados obtidos pelos OSPF, entre os dias 22 a 31 de março de 2021, em outras ações de segurança pública, totalizam mais de R$ 12.000.000,00 (doze milhões de reais) em prejuízo ao crime organizado.

Durante as ações, foram adotadas todas as medidas de prevenção para a COVID-19 por parte dos efetivos empregados. A Operação Ágata, em ações pontuais ou continuadas, tem papel fundamental na segurança da fronteira oeste brasileira, ampliando a presença do Estado brasileiro na região, aumentando a sensação de segurança nas cidades e incrementando a integração entre as Forças Armadas e os OSPF.

Com informações da Assessoria do Comando Militar do Oeste

No período foram realizadas ações de inspeção naval Foto: Divulgação
Foram realizadas ações de bloqueio e controle de estradas e rios, operações aeromóveis, patrulhas fluviais Foto: Divulgação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida