Menu
quinta, 26 de maio de 2022
Festival da Carne
Andorinha Institucional
Geral

Obra de pavimentação da MS-166 avança, melhorando a logística em direção à Bioceânica

13 maio 2022 - 07h48Portal de Notícias do Governo

Interligando regiões de produção de grãos, cana e carne de Maracaju, Nioaque, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Antônio João, Caracol e Ponta Porã, o Governo do Estado implanta 37,6 km de pavimentação asfáltica na MS-166, entre a MS-460 (Água Fria) e a BR-267, com investimentos de R$ 54,6 milhões. A chegada da infraestrutura amplia a malha rodoviária, criando novas alternativas de transporte em direção à Rota Bioceânica (Porto Murtinho). 

Na outra ponta da MS-166, no trevo com a MS-270, o Estado concluiu o asfaltamento de 23,76 km, da Cabeceira do Apa (Ponta Porã) a Antônio João. A partir de Guia Lopes da Laguna, duas frentes de obras de pavimentação avançam pela MS-382 em direção à MS-166, totalizando 77,2 km. Integrando o corredor de produção, também foram concluídos 10,36 km entre as MS-382 e MS-270. O investimento total soma R$ 266 milhões, recursos do Fundersul. 

“Nós estamos ligando regiões produtivas importantes. O Estado recuperou a capacidade de investir e se tornará uma zona de convergência dos mercados importador e exportador. É por isso que somos o primeiro em investimento per capita do Brasil. A nossa economia vai bem e os investimentos são importantes porque fortalecem a estrutura de logística, tornando nossos produtos mais competitivos”, afirma o governador Reinaldo Azambuja. 

A pavimentação asfáltica em execução pelo Governo do Estado nas regiões Sul e Sudoeste anexa importantes rodovias situadas próximas ou na linha de fronteira com o Paraguai – o chamado tronco Apaporé, aberto na década de 1980 pelo ex-governador Pedro Pedrossian – a outros polos regionais de produção. Também cria caminhos seguros para o escoamento do agronegócio e o desenvolvimento do turismo, além de levar desenvolvimento aos municípios. 

Asfalto traz progresso 

Acomodado em uma cadeira na varanda de sua antiga borracharia, no entroncamento da MS-166 com a BR-267, o aposentado Antônio Ortiz Souza, conhecido como Toninho Polaco, observa a movimentação de máquinas e operários preparando o solo para receber a pavimentação asfáltica tão sonhada pelos produtores e população de Maracaju. Ele mora naquele lugar há 30 anos, acompanhou a evolução do agronegócio – do boi para o grão. 

“Aqui era só boi nesses campos, depois veio a cana e agora é a soja e o milho. Essa estrada era um trieiro e abandonada, acesso muito difícil, quando chovia não passava nada”, conta. “Mas agora vai melhorar, o asfalto traz o progresso, tô pensando até em montar um restaurante aqui”, complementa Polaco, 62. “Vim pra cá porque gosto, deixei os negócios em Maracaju (distante 52 km) com os filhos e estou aqui vivendo com a minha esposa (Isabel).” 

Ao lado da casa de madeira do antigo morador, a empreiteira São Cristóvão, responsável pela obra, montou canteiro e concluiu a instalação da usina de asfalto. O engenheiro encarregado, Felipe Alves, adiantou que a meta é iniciar na primeira semana de julho a implantação da massa asfáltica e finalizar a obra em dezembro deste ano. “Tudo vai depender das condições climáticas, tem chovido muito. O solo é de argila, não tem como trabalhar”, explica. 

Apesar da chuva, a obra avança pela estrada conservada pela Agesul, entrecortando extensas lavouras de milho. Operários e máquinas trabalham no serviço de terraplenagem de 20 km, dos quais 15 km foram concluídos. A drenagem também está adiantada, com a implantação de 14 de um total de 17 bueiros. Quando iniciar a etapa do asfalto, a São Cristóvão estima contratar mais 30 operários – hoje executa a obra com 75 homens e mulheres. 

 

 

Maio Laranja_MPE-MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Lista Publicada
IFMS convoca candidatos para heteroidentificação
Novos Brigadistas
Prevenção a incêndios no Pantanal gera economia de gastos e preservação
Fiscalização
Casal é preso com 70,1 Kg de cocaína e 3,5 Kg de skunk na BR 262
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Economia
Adesão ao REFIS pode ser feita até 11 de julho; pagamento em cota única tem 100% de desconto
No Centro
Vereador pede recuperação de pavimento da Cabral para melhorar tráfego de veículos
Fiscalização
MPF aponta irregularidades nas pesquisas do Instituto Ranking em MS
Kadwéus
Dupla é presa com simulacro e celular roubado
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá

Mais Lidas

Desacato
Em nota, PM promete medidas rigorosas após autor jogar lanche em policiais
Economia
Receita abre consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda
Destaque
MS é TOP 10 do mundo e pousada pantaneira fica em 1º lugar como hotspot brasileiro no Global Bi
Dia Nacional da Adoção
Juiz Miglioranzi diz que receios, preconceitos e as limitações, dificultam a adoção