Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

O estranho declínio do Atlético Mineiro no Campeonato Brasileiro põe em questionamento suas chances

30 dezembro 2020 - 12h37Redação

Algumas das histórias que fazem com que o Campeonato Brasileiro seja tão atrativo para os fãs de futebol em geral, e não somente àqueles que se encontram no Brasil, é o fato de o torneio ter em algumas de suas edições mais de uma dezena de grandes times que podem ser eventuais candidatos ao título. Entre eles, existem até mesmo os que ainda não contam com o troféu em seu recorde, apesar de uma história incontestavelmente bem-sucedida fora do principal campeonato de liga do país.

Este é o caso do Atlético Mineiro, time que viveu na década que está terminando uma de suas melhores fases a partir do levante do troféu da Copa Libertadores em 2013 graças aos esforços do goleiro Victor e da lenda dos campos Ronaldinho Gaúcho. Aqueles que olhavam as decisões da diretoria atleticana para o seu futebol este ano acreditavam que o Galo poderia fechar os anos 2010 com um troféu nacional. Muito disso vem a partir da contratação do técnico argentino Jorge Sampaoli para o time. O ex-comandante do Santos quase trocou o Peixe pelo Palmeiras, mas desencontros com a diretoria do alviverde quanto a salários fez com que o negócio não ocorresse. Surgiu assim a oportunidade de trazer o técnico para Belo Horizonte, e os líderes do Atlético não desperdiçaram essa chance.

O resultado do trabalho de Sampaoli até aqui é um Atlético Mineiro que é ainda hoje tido como um dos times favoritos ao título em sites de dicas de apostas esportivas como a Betfair. Na plataforma de apostas, o Galo é tido como o terceiro favorito ao título, logo atrás do líder São Paulo e do rival carioca Flamengo.

Entretanto, essa nem sempre foi a posição do Galo nas preferências das casas de aposta ou na tabela do Brasileirão. De fato, o time de Minas Gerais já esteve em posição muito melhor do que a atual, protagonizando a luta pela liderança do torneio. Entretanto, a liga é uma maratona, e alguns tropeços custam muito caro aos times que não conseguem recuperar o ritmo.

A falta de ritmo explica em grande parte o que tem ocorrido com o Atlético Mineiro e o seu consequente declínio. Um ótimo começo de trabalho por parte de Sampaoli na temporada, apesar da eliminação precoce da Copa Libertadores antes de sua chegada, resultou na conquista de mais um título estadual sobre o Tombense. Antes disso, Sampaoli apresentou suas credenciais da melhor forma possível no Brasileirão ao começar o campeonato com uma vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo em pleno Maracanã.

Seria dada assim a largada a uma série de partidas no Campeonato Brasileiro que em grande parte traria resultados positivos, com algumas decepções aqui e acolá, como uma derrota fora de casa para o Botafogo por 2 a 1 e uma derrota na Vila Belmiro para o antigo time de Sampaoli, o Santos, com um placar adverso de 3 a 1. Mas estes eram logo recuperados pela equipe do líder argentino, com o atacante Keno liderando os esforços ofensivos do time.

Assim, o Atlético construiu sua liderança no campeonato, ainda que com uma margem bem fina uma vez que Flamengo, São Paulo e Internacional mantinham-se pelo menos a três pontos do posto mais alto do Brasileirão. A partir de um raro empate em casa contra o Fluminense no meio de outubro, o Galo começou o seu declínio em definitivo.

Antes desse jogo contra o Fluminense, o Atlético tinha 10 vitórias e somente 4 derrotas no torneio. Desde então, o Galo acumula 4 vitórias, 4 empates e 5 derrotas, saindo de um aproveitamento em pontos de 71,4% para um de 41%. Ao mesmo tempo, tanto São Paulo quanto Flamengo têm mantido boas sequências de resultados, ultrapassando assim o Atlético na tabela.

Uma série de fatores podem explicar essa queda de rendimento, desde as lesões em jogadores-chave como Nathan ocorrendo no meio da temporada até as circunstâncias atuais, que forçam jogos a ocorrer com intervalos de tempo muito menor do que antes. Mas é também de se questionar por que Sampaoli falhou mais uma vez em manter um bom nível de futebol entre seus jogadores durante toda uma temporada, impedindo-os, assim, de levar o Atlético a um título inédito. Algo que já havia ocorrido durante sua passagem pelo Santos e que parece estar voltando a acontecer com o Galo sob sua tutela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19