Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Lideranças discutem fortalecimento do Mercosul e acordo comercial com a Europa

22 março 2018 - 09h38Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O fortalecimento dos países pertencentes ao Mercosul com a produção de itens mais elaborados e o avanço em relações comerciais com a comunidade europeia, foram discutidos durante o “Diálogo Público-Privado”, promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais do Paraguai (LIDE), nesta semana, em Assunção.

O titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, representou Mato Grosso do Sul e o governador Reinaldo Azambuja no evento, que contou com a participação de ministros da Argentina, Uruguai e Paraguai, além do Brasil.

Autoridades destacaram a importância de fortalecer os países do Mercosul, reduzindo os produtos semiacabados e as commodities e mudando para o perfil, visando cada vez mais a exportação de produtos elaborados. “Precisamos parar de vender apenas o milho, a carne e a soja, temos que entrar em um patamar de entregar um produto elaborado, com maior valor agregado. Temos que passar do celeiro para o mercado do mundo”, disse.

Dentro disso, o secretário afirma que foi muito debatido a necessidade de fazer o dever de casa, integrando a produção de cada país e trabalhando junto, em questão de sanidade e alfândega. “Consideramos a criação de uma marca que valorize os produtos do Mercosul e para que identifique com mais seriedade e atestando a qualidade dos itens elaborados pelos quatro países”.

Com avanços econômicos e o consequente fortalecimento do Mercosul, as lideranças trataram ainda das discussões para acordo que deve ser firmado com a comunidade europeia, trazendo benefícios para os países e, inclusive, o Mato Grosso do Sul. Dentro disso, o presidente da  Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sergio Longen, que também participou do evento corroborou com os avanços necessários.

“Não podemos mais correr esse risco de exportar somente grãos. Precisamos transformar aqui, agregando valor aos nossos produtos com a qualidade que temos aqui. Precisamos defender uma marca em comum, definir o que é um produto de boa qualidade”, alertou o presidente da Fiems.

A hidrovia se consolida como eixo principal para que o desenvolvimento integrado aconteça. Jaime Veruck participou de um painel sobre o Corredor Bioceânico e destacou que este é o grande canal logístico comunicante entre os países e que deve ser visto com prioridade. A questão do Tratado de Assunção, assinado entre os países do Mercosul, também é uma opção para facilitar as relações comerciais e evitar problemas de fluxo.

Ministro da Indústria e do Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, destacou que Mato Grosso do Sul é parceiro do país vizinho, principalmente, por ter as mesmas dificuldades nas relações externas. “Nós que temos problemas em comum temos que trabalhar juntos. Parcerias feitas nos últimos anos fixaram a prioridade de sermos mais competitivos e agora vamos falar sobre integração industrial. Somos um nicho competitivo e acho que, juntos, podemos conquistar mercados importantes”.

Os entraves encontrados nas alfândegas também estiveram em pauta, visto que são várias as dificuldades, principalmente, em Mato Grosso do Sul. “Hoje Ponta Porã é o nosso maior gargalo nessa questão, onde precisamos de uma discussão séria e um trabalho efetivo, mas também precisamos desde já começar a discutir sobre a alfândega de Porto Murtinho”, destacou Jaime Verruck.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Serviço
Sesc inaugura nova unidade em Corumbá
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Em Campo Grande
MDB filia novos membros para juventude do partido
Luto
Armando Anache morre aos 91 anos no Rio de Janeiro
Campanha
Corumbaense pode descartar medicamentos em drive thru nesta quinta (23)
Em Corumbá
Abertas as inscrições para o Festival Internacional de Pesca Esportiva
"Dark Money"
Operação cumpre mandados contra esquema que desviou mais de 23 milhões dos cofres de Maracaju
Só piora
Cinco incêndios urbanos foram registrados nas últimas 24 horas
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Vento Forte
Figueira cai sobre residência e danifica rede elétrica no Loteamento Pantanal

Mais Lidas

Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Tempo
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos