Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Na Câmara, vereador reforça ações contra empresas de telefonia e internet

19 junho 2018 - 11h04Câmara de Corumbá

As ações por uma melhor prestação de serviços de telefonia e internet fixa e móvel estão sendo intensificadas em Corumbá, e a Câmara de Vereadores não descarta uma ação civil pública, bem como uma moção de insatisfação contra a Oi, Vivo, Claro e Tim, empresas responsáveis pelo sistema na região.

Ontem, segunda-feira, 21, durante sessão da Câmara, o vereador Chicão Vianna fez uso da palavra e, mais uma vez, criticou o descaso das quatro prestadoras de serviços, pela não participação na audiência pública ocorrida dia 08 de junho, de sua iniciativa, justamente para discutir este problema que tem afetado Corumbá e região, causando sensíveis prejuízos à população.

Antes, Chicão havia indicado, por meio de requerimento, moções de congratulações às autoridades que marcaram presença na audiência, contribuindo para um amplo debate em torno do precário serviço de telefonia e internet fixa e móvel na cidade.

“É uma de enaltecer a presença dessas autoridades pela honradez e moralidade com que abrilhantaram a audiência. Infelizmente, nenhum representante das empresas de telefonia e internet compareceu, e isto foi um descaso não com o vereador, mas com a população, com a cidade de Corumbá”, explicou.

Sobe a audiência, Chicão afirmou que o evento propiciou avanços e que os trabalhos continuam intensos. Uma das próximas iniciativas será viabilizar um abaixo-assinado em toda a cidade, bairro por bairro, visando uma ação civil pública contra as quatro empresas, fortalecendo o processo em busca da melhoria do sistema.

“Será uma campanha que vai envolver toda a população que tem sofrido com este serviço prestado pelas empresas. Os prejuízos atingem todos os segmentos da sociedade, já que a internet é uma ferramenta indispensável, mas que tem deixado Corumbá e Ladário, ilhadas”, comentou.

Além da ação civil pública, uma outra medida pensada é envio de moções de insatisfação da Câmara e de toda a população, às quatro empresas, pelo não comparecimento à audiência, bem como pelo péssimo serviço prestado na região. Não está descartada a abertura de inquérito civil por parte da Promotoria de Justiça de Corumbá.

Homenagens

Na mesma sessão, os vereadores aprovaram requerimento de Chicão, homenageando autoridades que participaram da audiência, como o promotor Luciano Bordignone Conte, da 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá (Direitos do Consumidor); advogado Roberto Ajala Lins, presidente da OAB/MS - Subseção Corumbá; Danielly de Souza Ramunieh, representante do Procon/MS em Corumbá e da Prefeitura Municipal de Corumbá; Tâmara Sanches, representante da Comissão de Direitos do Consumidor da OAB/MS (estadual); Relton Murilo Celestino, representante Regional da Anatel; e o deputado federal Vander Loubet.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19