Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Mulheres e meninas são as principais vítimas de tráfico humano

30 julho 2018 - 08h40Agência Brasil

No Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, celebrado nesta segunda-feira (30), a Organização das Nações Unidas (ONU) apela para que os países fortaleçam as formas de combater esse crime contra seres humanos.

Relatório da ONU revela que quase um terço das vítimas desse tipo de crime são crianças. Atualmente, 71% das pessoas traficadas são meninas e mulheres.

No Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas o tema lançado é “Respondendo ao tráfico de crianças e jovens”. Relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) calcula que o mundo tenha pelo menos 21 milhões de vítimas de trabalho forçado. O número exato é desconhecido.

Em comunicado, a relatora especial da ONU sobre tráfico de pessoas, a italiana Maria Grazia Giammarinaro, disse que muitas pessoas são enganadas por criminosos e traficantes incluindo imigrantes, refugiados e pedidos de asilo, em busca de proteção ou de uma vida melhor.

Ameaça

Para a relatora, o clima político atual contra a imigração trata as pessoas como ameaça, quando elas podem contribuir para a prosperidade dos países onde vivem e trabalham.

Maria Grazia ressaltou que os países têm a obrigação de evitar o tráfico, classificado como violação dos direitos humanos. Ela citou o Pacto Global para Migração, que estabelece que os países devem ter medidas individuais e indicadores de identificação dos migrantes propensos a tráfico e exploração, incluindo os mecanismos internacionais de proteção.

O pacto deve ser adotado durante encontro internacional no Marrocos, em dezembro deste ano.

O comunicado ressalta que, em todo mundo, a sociedade e organizações civis têm desempenhado um papel importante para salvar vidas e proteger as pessoas do tráfico durante operações de busca e resgate.

A relatora finaliza o comunicado dizendo que, mesmo em tempo difíceis, a inclusão é a resposta para salvar as pessoas. O Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas é liderado pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (Unodc).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bodoquena
Assentamento é multado em R$ 60 mil por incêndio no Pantanal
Ambiente Competitivo
MS é o quarto estado que mais dispensa alvarás e licenças; afirma Fecomércio
Sustentabilidade
MS vai ganhar uma nova usina de energia solar em 2022
Imunização
Mato Grosso do Sul recebe mais 85.240 doses de vacina contra a Covid-19
"Branca Pura"
Operação apreende 47 quilos de cocaína; carga é avaliada em R$ 650 mil
Campo Grande
Tesouro Nacional reprova administração do prefeito Marquinhos Trad e secretário
Saúde
Campanha alerta que família tem palavra final na doação de órgãos
Economia Nacional
Governo encaminha ao Congresso plano de redução de benefícios fiscais
Criminoso
Polícia investiga incêndio na ponte do Saran na Estrada Parque
Conscientização
Abertura da Semana Nacional de Trânsito acontece dia 18 em Corumbá

Mais Lidas

Sem Transparência
Contas da Santa Casa continuam na mira de investigação do legislativo
Mudança no Tempo
Vento forte derrubou duas árvores em Corumbá
Evento
17º Amistoso da Diversidade é neste sábado (18) no Centro América
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta quarta (15) em Corumbá