Menu
quinta, 23 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Mulher é presa por perturbação do sossego e policiais apreendem som

30 março 2021 - 08h40Mariana Conte

Durante operação “Estado Prevenido III” nesta segunda-feira, 29 de março, a guarnição de Rádio Patrulha foi acionada para deslocar até a Rua São Paulo por volta das 10h10, no bairro Popular Nova para atender uma ocorrência de perturbação da tranquilidade.

No local em conversa com a vítima, uma mulher de 47 anos, informou para a equipe policial que sua vizinha estava com o volume do som alto, e que suas crianças não estavam conseguindo dormir e que por diversas vezes pediu para a vizinha diminuir o volume do som, porém sem êxito. A vítima acionou a Polícia Militar através do 190 e relatou que iria representar contra sua vizinha.

A guarnição deslocou até a residência da autora e pediu para a autora, de 42 anos que baixasse o volume do som. Posteriormente o som e as partes envolvidas foram encaminhadas para a Primeira Delegacia de Polícia Civil para providências.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
Inscrição e atualização do Cadastro habitacional inicia segunda (27)
Trabalho Conjunto
Operação Fronteira Legal apreende produtos de descaminho em hotéis de Dourados
Óbito
Irmãos são esfaqueados e o mais velho morre no caminho do hospital
Cidade
Incêndio consome vegetação próxima ao Mirante da Capivara
Cidade
Árvore de grande porte cai sobre casa na avenida Rio Branco
Proposta
Mutirão da vacina deve aplicar 275 mil doses contra Covid em sete dias
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta quinta-feira (23) em Corumbá
Tempo
Sol, calor e tempo firme predominam nesta quinta-feira em Mato Grosso do Sul
Serviço
Sesc inaugura nova unidade em Corumbá
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor

Mais Lidas

Denúncia
Carretas impedem tráfego de veículos na BR 262
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Investigação
MPF cobra Santa Casa de Corumbá sobre uso de recursos federais na pandemia