Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

MS vai ganhar uma nova usina de energia solar em 2022

16 setembro 2021 - 13h45Redação

O Mato Grosso do Sul deve ganhar uma nova usina de energia solar em 2022, que será construída no município de Cassilândia, na divisa com Goiás, a cerca de 430 quilômetros de Campo Grande. O empreendimento é uma iniciativa da Ambiental MS Pantanal – empresa que surgiu da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sanesul e o Grupo Aegea – e vem em um momento em que a companhia se esforça para buscar meios de compensar o impacto ambiental resultante de suas atividades. 

A unidade a ser instalada na zona rural de Cassilândia terá capacidade de produção de 292 MWh/mês. Isso equivale a energia média consumida por cerca de 1.800 residências. O contrato para a construção foi assinado em junho deste ano e as obras devem ser iniciadas em outubro. Estima-se que a usina comece a operar em fevereiro do próximo ano. 

Com a meta de posicionar o Mato Grosso do Sul como o primeiro estado a universalizar o acesso ao saneamento básico, a MS Pantanal vem investindo em soluções ambientais que visam minimizar o impacto dessas atividades desde que assumiu as operações de coleta, afastamento e tratamento de esgoto nos 68 municípios em que a Sanesul já atua. 

Desde maio, com o início da chamada “operação plena”, equipes e veículos da PPP já podem ser vistos em todas as regiões do estado. 

De acordo com o diretor-presidente da MS Pantanal, Celso Paschoal, o investimento em recursos sustentáveis, como a usina de energia solar, faz parte dos pilares da empresa. “Através da PPP, podemos levar muito mais saúde à população do nosso Estado e nossa missão é fazer isso de maneira sustentável”, disse. 

“A preservação do Meio Ambiente e a melhora da qualidade de vida dos sul-mato-grossenses são o resultado final do nosso trabalho. Utilizar recursos renováveis para que a nossa meta seja cumprida torna esse projeto muito mais especial”, completou.   

Com o cumprimento da meta estabelecida pela PPP no estado, o MS deve garantir acesso a mais 1,7 milhão de pessoas aos serviços de saneamento até o final de 2031. Para isso, a MS Pantanal estima investir cerca de R$ 1 bilhão em obras. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos