Menu
sábado, 16 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial

21 junho 2021 - 09h16Portal do Governo de MS

Mato Grosso do Sul encerrou em grande estilo sua participação na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Canoagem Descida Sprint, com seis subidas ao pódio. As provas foram realizadas no sábado (19) e domingo (20), nas águas do Rio São Francisco, em Três Marias (MG), a 268 quilômetros de Belo Horizonte (MG).

A delegação estadual, apoiada pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), fechou a competição com dois ouros, uma prata e três bronzes. Além disso, assegurou duas vagas ao Mundial da modalidade, que terá como sede Bratislava, capital da Eslováquia, de 21 a 26 de setembro deste ano.

Edgar Silva Balbuena, na classe k1 sênior, e Joaquim Gabriel Neris, na turismo open (caiaques de até 4,30 m de comprimento), faturaram as condecorações douradas. A prata foi conquistada por Luiza Duarte Cavallieri, pela k1 feminino open, mesma categoria em que Estefani Silva Balbuena garantiu o bronze. Guilherme Andrade, na k1 júnior e Nilton Benites, pela k1 máster B, também terminaram em terceiro.

O Brasileiro realizado em Minas também foi válido como seletiva ao Campeonato Mundial. De três vagas em disputa pela k1 masculino, Mato Grosso do Sul ficou com duas. Edgar Silva Balbuena fechou a prova qualificatória na ponta e Patrick Pisoni carimbou vaga à competição internacional na Europa ao terminar em terceiro. Ambos os classificados são contemplados pelo programa Bolsa Atleta, do Governo do Estado e gerido pela Fundesporte.

A equipe sul-mato-grossense foi a Três Marias (MG) com dez atletas, do Clube de Canoagem de Aquidauana (CCA) e Associação Luso Brasileira – Clube Estoril, de Campo Grande. Além dos citados, Naelmo de Souza Oliveira, Rafael Girotto e João Paulo Coelho também foram à água. O canoísta Juliano Cral Dal Molin, de Cascavel (PR), vestiu as cores do clube aquidauanense no Brasileiro e conseguiu o ouro na k1 máster A.

O evento no interior mineiro cumpriu à risca os protocolos de biossegurança por conta da pandemia. Os atletas, membros de comissão técnica, árbitros e demais envolvidos na competição foram submetidos a testes para a Covid-19, com todos os resultados negativos.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no Rio Paraguai fez sete vítimas; cinco corpos foram encontrados até o momento
Dia do Professor
Façanha destaca papel do professor no período pós-pandemia

Mais Lidas

Monitoramento
Defesa Civil alerta para chance de novos temporais
Estudo em andamento
Plano de transporte intermunicipal de MS vai passar por mudanças em 2022
Corumbá
Dupla é presa com 20 quilos de maconha
Reforço
Saúde de Corumbá e Ladário recebem mais de 500 equipamentos doados pela Vale