Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

MS usará dados de sistema em políticas públicas de prevenção

07 janeiro 2019 - 09h04Portal do MS

Primeiro do País em registros de desastres naturais em 2018, Mato Grosso do Sul usará os dados lançados no Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres (S2ID) para embasar políticas públicas de prevenção.

Nos últimos quatro anos, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil atuou na capacitação das coordenadorias municipais para abastecimento do S2ID – sistema do Governo Federal utilizado pelos estados para registro de todas as ocorrências – o que permitiu a obtenção de um panorama dos incidentes naturais em MS.

“A utilização do sistema tem sido feita sistematicamente não somente para decretação de situações de emergência, mas como forma de criar um banco de dados que tem nos fornecido um panorama dos desastres naturais no Estado e que irá nortear na elaboração de políticas públicas de prevenção”, detalhou o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Fábio Catarinelli.

De acordo com ele, a profissionalização do registro das ocorrências nos municípios já têm auxiliado no trabalho preventivo da Defesa Civil no monitoramento das regiões onde costumam ocorrer inundações, com a orientação e desocupação de famílias ribeirinhas nas épocas de cheia e em diversas outras situações onde o Governo do Estado fornece suporte à população e às administrações municipais.

A atuação preventiva já alcançou a esfera estrutural, por exemplo, na substituição de pontes de madeira por todo o Estado, onde a cheia dos rios danificava as estruturas impedindo a passagem da população. Com o mapeamento completo, é possível projetar ações integradas.

“Temos informações compiladas que podem ajudar na elaboração de diversas políticas públicas que ajudem a minimizar os danos causados por situações climáticas adversas”, explicou Fábio Catarinelli.

Registro de ocorrências

No ano passado, MS foi o primeiro Estado do País no registro de desastres naturais com 364 ocorrências, conforme ranking elaborado com dados extraídos do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres. Entre os registros estão inundações, chuvas intensas, vendavais e alagamentos. Em 2017, o Estado havia registrado 232 casos, ficando atrás de Santa Catarina que teve 348 registros.

Segundo a Defesa Civil, o aumento não se deve a um número maior de desastres, mas devido ao registro de cada um deles, que nos últimos anos tem sido feito cada vez mais sistematicamente pelas defesas civis dos municípios.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19