Menu
quinta, 28 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

MS tem 4 municípios com risco extremo e 48 em risco elevado de Covid-19

24 março 2021 - 13h36Portal do Governo de MS

Apesar de ser um dos estados mais eficazes na vacinação, Mato Grosso do Sul está com quatro municípios em grau extremo de Covid-19, sinalizados pela cor cinza, e 48 com risco elevado, bandeira vermelha. É, de longe, o pior cenário desde o início da pandemia, revela o boletim extraordinário do Prosseguir, divulgado nesta quarta-feira (24).

Os municípios com pior classificação (cinza) são: Campo Grande, Aral Moreira, Bela Vista e Costa Rica. Já os municípios na cor vermelha (risco elevado) são: Amambai, Anastácio, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Bonito, Brasilândia, Camapuã, Caracol, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados e Eldorado.

Além de Fátima do Sul, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Itaquiraí, Japorã, Jardim, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã e Porto Murtinho.

E ainda: Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Tacuru, Taquarussu e Três Lagoas. Completando o mapa, 24 municípios estão na cor laranja (médio grau de risco) e três na amarela (tolerável). Nenhum deles está na verde (baixo risco). Em relação a última semana, 17 municípios regrediram na classificação, 54 permaneceram com o mesmo grau de risco e apenas 8 progrediram.

”Os dados do Prosseguir apontam para um cenário grave em nosso Estado. Temos avaliado diuturnamente esse quadro e isso remete a busca de todos os mecanismos para, ao menos, tentarmos frear a escalada da Pandemia. Mais uma vez, reforço que o nosso principal objetivo é continuar salvando vidas”, ressaltou o secretário de Governo e Relações Institucionais, Sérgio Murilo. 

Para definir a bandeira de cada cidade são levados em conta uma série de indicadores, entre eles disponibilidade de leitos de UTI, quantidade de equipamentos de proteção individual, contato com casos confirmados, redução da mortalidade em relação a covid-19, disponibilidade de testes, redução de novos casos, ocorrências da doença entre profissionais de saúde e incidência do vírus na população indígena, entre outros fatores.

O programa “Prosseguir” foi criado para avaliar e classificar os municípios em faixas de cores, de acordo com o grau de risco que cada cidade apresenta (de baixo a extremo), com o objetivo de nortear os agentes da sociedade, principalmente entes públicos, a tomarem suas decisões e tornarem suas ações mais eficientes no combate à propagação e aos impactos da Covid-19.

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sexta e Sábado
Bairros Cervejaria e Guatós recebem mutirão da dengue
Consumidor
Carne bovina deve ficar mais barata com suspensão das exportações para a China
Alerta
Aneel inicia processo para reajuste e Energisa pode cobrar R$ 463 milhões de consumidores em MS
Apoio
Bia Cavassa destina R$ 150 mil para projeto direcionado a população LGBTQIA+ de MS
Ronda Policial
Evadido é capturado com trouxinhas de pasta base no bairro Aeroporto
Últimos dias de Pesca Aberta
Operação Dia de Finados da PMA intensifica fiscalização à pesca predatória
Bombeiros
Queda de árvore danifica muro e telhado de casa no bairro Universitário
Segurança
Vereador busca informações sobre condições atuais do Arthur Marinho
Reconhecimento
Câmara de Corumbá homenageia servidores públicos pelo seu dia
Operação Hefesto
Novos focos de incêndio são identificados em pelo menos três regiões

Mais Lidas

Qualificação
Senac Corumbá abre inscrições para cursos nas áreas da informática, saúde e beleza
Apelo Popular
MPT-MS vai investigar assédio moral de gerente que humilha funcionário em Carrefour da Capital
Inicio do Defeso
Última semana para pesca nos rios de Mato Grosso do Sul
Formalização
Corumbá lança campanha de incentivo ao cadastro de profissionais do setor de turismo