Menu
quinta, 23 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

MS registra redução de internações de idosos após três meses de vacinação contra o Coronavírus

29 abril 2021 - 08h33Portal do Governo de MS

Com efeitos positivos, a Campanha de Imunização contra a Covid-19 começa a dar sinais de alívio e esperança devido a diminuição de internações de idosos acometidos pelo coronavírus. Há três meses, Mato Grosso do Sul iniciou a vacinação de idosos a partir de 90 anos e desde então, o número de hospitalização desta faixa etária reduziu a zero bem como quanto ao número de óbitos registrados. O Estado tem se destacado como uma das unidades da federação que mais vacinou a população no País.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, os dados demonstram o sucesso da campanha de imunização contra a covid-19. “Isto revela que precisamos avançar nesta campanha de vacinação no Estado. Iniciamos em janeiro deste ano e percebemos que houve uma redução considerável de internações e de óbitos no grupo pessoas com mais de 90 anos, ou seja, apresentaram uma queda significativa neste período, o que nos traz muita esperança neste enfrentamento da doença”.

A faixa etária de 80 a 89 anos também trouxe resultados animadores apresentando sinais de melhoria, saltando de uma taxa de hospitalização que chegou mais de 10% e hoje registra 3,5%. Quanto aos óbitos, antes da vacinação, a mortalidade oscilava na casa de 20% e agora está em 6,9% dos casos registrados em abril.

Nos idosos entre 70 a 79 anos, o índice tem oscilado um pouco, conforme explica a secretária-adjunta da SES, Crhistinne Maymone. “Tivemos uma queda nesta faixa etária após a vacinação que começou em março. Existe ainda o tempo de vacinação e agora em abril vamos terminar esse grupo. Mas estamos acompanhando o comportamento desta faixa etária junto à vacinação”.

Levando em consideração a evolução epidemiológica da doença no Estado, a secretária-adjunta da SES faz um alerta a população. “A contaminação infelizmente está mais alta na faixa etária de 20 a 49 anos que corresponde a 62% dos casos confirmados em Mato Grosso do Sul. Este grupo precisa ter maior cuidado e menor exposição ao risco”, pontua.

Com a chegada da 14ª remessa de vacina enviada pelo Ministério da Saúde ao Estado na última semana, a Secretaria de Estado de Saúde destinou parte do lote, sendo 31.845 doses da AstraZeneca/Oxford para que fossem empregados como primeira dose (D1) para a vacinação em idosos a partir de 60 anos ou mais, priorizando os com morbidades graves, além de outros grupos previstos na Resolução Nº 67/CIB/SES.

“Com base em evidências científicas, aliadas a intensificação da vacinação e as demais medidas adotadas pelo Estado - destacando o decreto, onde houve a redução da mobilidade a partir de medidas mais restritivas. Agora nós estamos colhendo os frutos. Nós temos muito a comemorar, isto nos enche de esperança, mas não podemos nos descuidar porque ainda estamos com uma estabilidade muito alta. Então, o momento é de se preservar e não vacilar”, ressalta Crhistinne Maymone.

“O nosso mantra de salvar vidas deve continuar sendo: uso adequado de máscaras, álcool em gel, distanciamento físico e não aglomerações, estas ainda são as melhores evidências científicas. E, se chegar a sua vez, VACINE! E não deixe de completar as duas doses da vacina”, finaliza a secretária da SES.

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prevenção
Iniciada vacinação contra raiva em Ladário
Crime Ambiental
Promotoria de Porto Murtinho investiga desmatamento ilegal em Mata Atlântica
Infraestrutura
Ministro garante a reativação da ferrovia Malha Oeste
Violência Doméstica
Homem é preso após enforcar a ex no bairro Guaicurus
Corumbá
Inscrição e atualização do Cadastro habitacional inicia segunda (27)
Trabalho Conjunto
Operação Fronteira Legal apreende produtos de descaminho em hotéis de Dourados
Óbito
Irmãos são esfaqueados e o mais velho morre no caminho do hospital
Cidade
Incêndio consome vegetação próxima ao Mirante da Capivara
Cidade
Árvore de grande porte cai sobre casa na avenida Rio Branco
Proposta
Mutirão da vacina deve aplicar 275 mil doses contra Covid em sete dias

Mais Lidas

Denúncia
Carretas impedem tráfego de veículos na BR 262
Fazendo xixi
Mulher cai em ribanceira de 10 metros na Avenida General Rondon
Arma Apreendida
Polícia prende autor após perseguição e troca de tiros no Cristo Redentor
Investigação
MPF cobra Santa Casa de Corumbá sobre uso de recursos federais na pandemia