Menu
terça, 15 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

MS garante mais de R$ 6,4 milhões para bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado

06 abril 2021 - 08h34Portal do Governo de MS

Acordo firmado entre a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e a Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de MS) garantirá mais de R$ 6,4 milhões para o pagamento de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado para programas de pós-graduação emergentes e em consolidação no Mato Grosso do Sul, com projetos em áreas prioritárias do Estado.

As áreas foram selecionadas pelas universidades, juntamente com a Fundect, durante workshops realizados no ano de 2020; são elas: Bioeconomia e Biotecnologia, Desenvolvimento Sustentável, Inovação e Fronteiras.

Com os recursos, será possível a implementação de 113 bolsas, sendo 55 de mestrado (24 meses de duração), 40 de doutorado (36 meses) e 18 de pós-doutorado (12 meses), já a partir de agosto de 2021.

Os programas de pós-graduação considerados emergentes e em consolidação pela Capes e que também foram mapeados durante os workshops podem ser vistos AQUI.

As universidades serão notificadas em abril sobre o montante e a modalidade de vagas em cada programa, para que abram seus editais internos para o preenchimento das vagas.

De acordo com o diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira, o recurso será essencial para fortalecer e consolidar estes programas de pós-graduação, importantes para o desenvolvimento do Mato Grosso do Sul. “Graças ao trabalho incansável dos servidores da Fundect, junto às universidades e institutos de pesquisa de MS, foi possível a aprovação dos 4 projetos e linhas de pesquisa que receberão recursos para pagamento de bolsas. É um grande fôlego que oferecemos para esses cursos emergentes de pós-graduação que, com toda a certeza, farão diferença no cenário científico e tecnológico de nosso Estado”, afirmou Márcio.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, salientou que o acordo firmado é mais uma vitória para o processo de formação intelectual de nosso Estado.

“Uma das estratégias de fortalecimento do cenário de pesquisa e inovação no MS é sem dúvidas o investimento na formação de pessoas, gerando consequentemente mão de obra ainda mais qualificada dentro de Mato Grosso do Sul. Estas pessoas irão produzir, gerar conteúdos, pesquisas, trazer desenvolvimento para toda a sociedade sul-mato-grossense”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTAVA ALCOOLIZADO
Condutor que atropelou e matou mulher na Rio Branco estava alcoolizado
VÍTIMA FATAL
Mulher morre atropelada por caminhonete na Avenida Rio Branco
CPI DA COVID
Na mira da CPI: Corumba é um dos municípios com irregularidades nas ações da Covid
SAÚDE
Vacina contra Influenza está aberta para novos públicos
EM TEMPOS DE PANDEMIA
Morador transforma calçada em jardim como forma de terapia
QUEDA DE MOTO
Homem fica ferido após queda de moto no Cristo
OPERAÇÃO HÓRUS
PMA prende dois caçadores, apreende três armas e munições e frustra caçada ilegal
ECONOMIA
Com alta no mercado internacional, saca do milho em MS valoriza 130% em um ano
GERAL
Prefeitura lança IPTU 2021 com até 30% de desconto para pagamento à vista
POLICIAL
PM frusta golpe em locadora e recupera dois veículos que seriam levados para a Bolívia

Mais Lidas

EM TEMPOS DE PANDEMIA
Morador transforma calçada em jardim como forma de terapia
VÍTIMA FATAL
Mulher morre atropelada por caminhonete na Avenida Rio Branco
ESTAVA ALCOOLIZADO
Condutor que atropelou e matou mulher na Rio Branco estava alcoolizado
CPI DA COVID
Na mira da CPI: Corumba é um dos municípios com irregularidades nas ações da Covid