Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

MS é o quinto Estado do Brasil com menos homicídios

06 junho 2018 - 09h41Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O Atlas da Violência 2018 lançado nesta terça-feira (5.5), pelo Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (IPEA) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) com base nos dados dos anos de 2006 a 2016, mostra que Mato Grosso do Sul possui a quinta menor taxa de homicídios do Brasil com 25 casos a cada 100 mil habitantes. Abaixo apenas de São Paulo, Santa Catarina, Piauí, e Minas Gerais.

O Atlas destaca que foram registrados em Mato Grosso do Sul em 2016, total de 671 homicídios, enquanto em 2006 foram 683 ocorrências, o que significa uma queda de 1,8%. A pesquisa também mostra que o Estado há dois anos contabilizou a terceira menor taxa de homicídios de jovens, de 15 a 29 anos, entre todas as unidades da federação. O indicador aponta que em Mato Grosso do Sul foi de 40,6 por 100 mil habitantes, acima de Santa Catarina e São Paulo.

De acordo com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, apesar dos números apontarem um pequeno crescimento dos casos de homicídios em 2016 em relação a 2015, aproximadamente 5,8%, mais de 65% das ocorrências foram esclarecidas.

“É importante destacar ainda que os dados do Atlas estão desatualizados, uma vez que já temos as estatísticas fechadas de 2017, que mostram que a taxa de homicídios por 100 mil habitantes é de 21,5. Apesar de fazermos fronteira com dois países e enfrentar diariamente o tráfico de drogas, todos os crimes contra a vida sofreram redução no ano passado, na comparação com 2016. Os roubos seguidos de morte, por exemplo, tiveram queda de 41 para 22 casos. A Sejusp também registrou queda em homicídios dolosos (-9%), feminicídios (-21%), homicídios culposos (-43%) e homicídios culposos no trânsito (-10%)”, explica.

O titular da pasta, também enfatiza que as forças de segurança tem intensificado o trabalho da polícia nas ruas, com a realização de diversas operações, além do intercâmbio entre as agências de inteligência de outras forças de segurança, com outros estados e países para combater o crime, principalmente aqueles causam mais danos e provocam morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Azambuja cobra em Brasília reforço de vacinas para 13 municípios de fronteira
GERAL
Vereador pede flexibilização de medidas que restringe atividades de buffets e salões de festas
GERAL
Visitas em presídios de MS continuam suspensas até 26 de abril
ECONOMIA
Câmara aprova Projeto de Lei que institui REFIS para amenizar crise causada pela pandemia
PANDEMIA
Aprovada abertura de crédito adicional para custeio de 10 leitos para tratamento da Covid
GERAL
Calouros da UEMS serão recepcionados por meio de evento virtual
SAÚDE
Corumbá segue com vacinação Antirrábica
INFRAESTRUTURA
Pavimentação da Frei Mariano e recuperação da Pedro de Medeiros é solicitada na Câmara
INTERNACIONAL
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo

Mais Lidas

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Após briga, jovem é esfaqueado por padrasto no Centro América
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
POLICIAL
Casal é preso após briga no Loteamento Pantanal