Menu
quarta, 21 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

MPF firma acordo com dez países para investigar Odebrecht

17 fevereiro 2017 - 11h43Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) firmou ontem (16), com nove países da América Latina e com Portugal, o mais amplo acordo de colaboração internacional ligado à Operação Lava Jato, com o objetivo de investigar desvios cometidos pela empresa Odebrecht.

O documento ressalta que o acordo de leniência firmado pela Odebrecht com o MPF e as colaborações premiadas de 78 ex-executivos e funcionários da empresa têm uma cláusula de confidencialidade vigente até 1° de junho de 2017.

Em razão desse sigilo e diante do grande interesse das procuradorias-gerais e fiscais dos países envolvidos em ter acesso às informações antes do fim do prazo, o acordo de colaboração foi firmado. A assinatura foi ontem (16), em Brasília, na sede da Procuradoria-Geral da República (PGR).

O documento determina que sejam criadas equipes de investigação bilaterais e multilaterais para investigar a Odebrecht. Além do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, firmaram o acordo os procuradores-gerais e fiscais da Argentina, do Chile, da Colômbia, do Peru, México, Equador, Panamá, da Venezuela, República Dominicana e de Portugal.

Em ao menos quatro países latino-americanos – Colômbia, Equador, Venezuela e Peru – as investigações contra a Odebrecht já geraram consequências como a prisão de suspeitos. Entre as prisões decretadas, está a do ex-presidente do Peru Alejandro Toledo, acusado de receber cerca de US$ 20 milhões em proprinas ligadas à construção de uma rodovia.

No início de janeiro, a Odebrecht fechou um acordo de colaboração com os promotores peruanos, no qual concordou em devolver R$ 30 milhões aos cofres públicos do país, relativos a ganhos ilícitos.

Em dezembro, em um acordo de leniência firmado em conjunto entre a empresa, Brasil, Estados Unidos e Suíça, a Odebrecht admitiu ter pago mais de US$ 1 bilhão em propinas a autoridades e funcionários dos governos de ao menos 12 países.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Sugerida utilização de sobras de vacina para imunizar pessoal de funerárias e da limpeza pública
COVID-19
Vereador reforça a necessidade de imunizar gestantes contra o coronavírus
GERAL
Justiça Eleitoral realizará live sobre segurança da urna eletrônica e processo eleitoral no dia 28
GERAL
Brasília completa 61 anos e encara o desafio da maturidade
GERAL
Vereador solicita recuperação da 21 de Setembro, após intervenções da Sanesul
CIDADE
Vereador pede sinalização adequada para evitar mais acidentes na Colombo com a Ladário
POLÍTICA
Governo lança plano de promoção da agricultura de baixo carbono
POLÍTICA
Câmara aprova projeto de lei que torna escolas serviços essenciais
GERAL
Matrícula para curso de medicina da UEMS pode ser feita até dia 26 de abril
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção

Mais Lidas

GERAL
Corumbá perde dez leitos na UTI Covid por falta de cadastro
POLICIAL
PRF apreende 665 Kg de maconha e 75 Kg de skunk em MS
GERAL
Homem é preso por porte de drogas no Cravo Vermelho
POLICIAL
'Deu branco e não vi', diz homem que atropelou ex e o próprio bebê em MS