Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

MPE: Audiência Pública vai buscar soluções para o baixo desempenho da rede de ensino de Ladário

Média do município de 4,4, em escala que vai até 10, é considerado baixo no IDEB. Evento ocorrerá em 26 de junho, às 18h na Escola Municipal Marquês de Tamandaré

18 junho 2019 - 14h34MPE/MS

O Ministério Público Federal (MPF) realizará, em 26 de junho, a primeira audiência pública do projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc) na cidade de Ladário (MS), a 430 km de Campo Grande. O evento acontece na Escola Municipal Marquês de Tamandaré, às 18h, e vai debater o baixo desempenho no ensino público apontado pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no município, que recebeu a média de 4,4 no ano de 2017.

O intuito da audiência pública é identificar quais são os fatores responsáveis pelo baixo índice apontado pelo IDEB, bem como ouvir a administração pública municipal e estadual, a comunidade de Ladário e as instituições locais sobre as demandas na área. Essas informações vão embasar um diagnóstico da rede escolar, que servirá de base para a atuação do MPF, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), junto à rede escolar de Ladário.

Ao final do projeto haverá a convocação de novas audiências públicas para informar a sociedade das medidas adotadas e os resultados obtidos.

Projeto - MPEduc é um projeto que tem o objetivo de identificar os motivos dos baixos índices nas redes públicas dessas localidades; acompanhar a execução das políticas públicas na área educacional, assim como a destinação adequada dos recursos públicos; verificar a existência e a efetividade dos conselhos sociais em atuação na área de educação; levar conhecimento ao cidadão sobre seu direito de ter uma educação de qualidade, bem como sobre seu dever em contribuir para que esse serviço seja ofertado adequadamente.

Desde fevereiro, o MPF em Corumbá vem executando o projeto. A primeira ação foi o preenchimento de um questionário no site do MPEduc, por representantes das escolas e conselhos. O segundo passo vai ser a audiência pública, que ampliará as considerações apontadas pela comunidade. A terceira etapa serão as visitas nas escolas por membros do Ministério Público e dos conselhos, além da UFMS e de cidadãos interessados.

Os participantes que desejam fazer o uso da palavra na audiência pública podem já se inscrever pelo e-mail [email protected] Também existe a possibilidade de inscrição no momento do evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta
POLICIAL
PMA autua em R$ 2 mil criminoso que cortou cachorro com facão para que parasse de latir
GERAL
Serviços de coleta de lixo doméstico; coleta seletiva e cata galhos têm cronograma de atendimento
Finanças
Governo do MS repassou R$ 3,3 bilhões aos 79 municípios em 2020
GERAL
Deixar animal solto na rua gera multa; recolhimento pode ser solicitado via telefone
GERAL
Termina amanhã prazo para confirmação de matrículas de alunos novos com deficiência
GERAL
Terminam amanhã inscrições para processo seletivo do Sebrae para PCD
Geral
Após fortes ventos árvore cai em frente a Cinco Bacia
GERAL
Bombeiros realizam extinção de incêndio por vazamento de gás no Popular Velha
OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD
GERAL
Índios guatós comemoram chegada de internet em aldeia no Pantanal
GERAL
Desconto em cursos do Senac Corumbá vai até o dia 31 de janeiro
MEIO AMBIENTE
Serviço Geológico do Brasil divulga prognóstico para cheia na bacia do rio Paraguai