Menu
quinta, 07 de dezembro de 2023
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

MP pede anulação do edital para contratação de peritos criminais temporários em MS

19 setembro 2020 - 10h08Gesiane Sousa com informações MP-MS

O procurador Sérgio Luiz Morelli enviou à Justiça um parecer favorável ao pedido da Associação Brasileira de Criminalística (ABC) e da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), contra a os secretários de Estado de Administração e Desburocratização de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul.

Leia o parecer na íntegra. 

O objetivo é suspender o edital, que foi expedido ilegalmente, para a seleção e contratação de peritos criminais temporários, para atender “excepcional interesse público supostamente existente na Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública”. 

O Ministério Público entendeu que, “tendo em vista que o cargo de Perito Criminal é de natureza ordinária e permanente do Estado (art. 1º1 da Lei Complementar Estadual nº 114/2005), resta impossibilitada a contratação desse profissional por prazo determinado, motivo pelo qual entendemos ser nulo o Edital nº 1/2020 SAD/SEJUSP/CGP-PCRIM”.

O edital foi lançado em 13 de julho deste ano e logo após recebeu severas críticas do Sindicato dos Peritos Oficiais Forenses/MS (SINPOF), da Associação Brasileira de Criminalística (ABC) e da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF). Associações e Sindicato defendem que a contratação de peritos criminais em caráter é ilegal.

Na época, o SINPOF relembrou que a categoria convive com problemas estruturais e de pessoal, que não são desconhecidos pelos governantes, como um contingente defasado em aproximadamente 65%, dados que constam no SISPC/Sistema Integrado da Polícia Civil. A categoria lembrou ainda do concurso de Peritos Oficiais, publicado em Diário Oficial (nº 9.631 de 9/04/2018) pelo governo do Estado, porém segundo o sindicato, o processo foi irresponsavelmente engavetado, por motivo desconhecido. 

A primeira vitória da categoria, que busca anular o edital, foi em 31 de julho, quando o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul concedeu liminar suspendendo o processo. 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tentativa de Homicídio
Autor de disparo que perfurou pulmão de vítima é preso pela PM
Pioneiro
IFMS firma acordo para ter emissora de rádio educativa
Reconhecimento
TRT/MS é Selo Diamante na maior avaliação do Poder Judiciário
Parceria
Programa Qualifica Ladário é renovado para 2024
Relação Comercial
Longen recebe presidente executivo do Ibá para apresentar potencialidades econômicas de MS
Positivo
Indústria de MS gerou mais de 11,4 mil novos postos de trabalho de janeiro a outubro de 2023
Economia
Em um ano, MS acumula reduções e isenções de impostos
Na Câmara
Projeto de Lei prevê maior publicidade das emendas parlamentares destinadas ao Município
Plantão
Homem alvejado por tiro sofre perfuração no pulmão
Últimas 24h
De surucucu a filhote de tucano, Bombeiros capturam quatro animais no plantão

Mais Lidas

Ixone6
Morre em Campo Grande, Fuzileiro Naval que foi maestro em Corumbá
Área Urbana
Bombeiros capturam duas serpentes em menos de uma hora em Corumbá
Tecnologia
Aplicativo Para Ver Conversas Do WhatsApp de Outra Pessoa
Reconhecimento
Marinha do Brasil faz homenagem póstuma no sepultamento do Fuzileiro Naval Osório Xavier