Menu
quinta, 13 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

MP de Coxim recomenda a população denunciar promotores de eventos

22 fevereiro 2019 - 09h50Sylma Lima

As recomendações do Ministério Público de Mato Grosso do Sul tem sido constantes contra Prefeitos e gestores públicos. A medida serve para regularizar situações no âmbito da administração pública e até na iniciativa privada no caso de dano a coletividade, ao meio ambiente, dentre outros. O MP entende que a Recomendação é instrumento legal para sanar situações irregulares e evitar ações judiciais.

Ocorre que tais Recomendações tem dado dor de cabeça a Prefeitos por conta da suposta ingerência exagerada do MP em face as atribuições do MP e as funções típicas do gestor público, que foi eleito pelo povo e que tem o direito de implementar políticas de governo que entender necessárias.

Em Coxim a Promotoria da cidade resolveu baixar uma Recomendação que exige o cumprimento da Lei Federal 12.933/2013 que prevê benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artístico-culturais e esportivos, e que não estaria sendo cumprido pelos estabelecimentos comerciais da cidade nos eventos da cidade.

Na justificativa, a Promotora Daniella Costa da Silva argumenta que “ as produtoras dos eventos deverão disponibilizar o número total de ingressos e o número de ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada, em todos os pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara, bem como o aviso de que houve o esgotamento dos ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada em pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara, quando for o caso”, conforme previsão a lei federal 12.933/2013.

Dia ainda a Recomendação que é “ fato público e notório de que as entidades abrangidas pelos referidos dispositivos resistem ao fiel cumprimento da lei em comento, não assegurando o pagamento da meia-entrada aos estudantes, regularmente matriculados na rede pública ou privada de ensino do Estado, utilizando subterfúgios, a exemplo do preço promocional ou do pagamento antecipado, com desconto, somente para não-estudantes, com o fim de fugir da obrigação legal e, estando este Órgão Ministerial legitimado a agir, conforme os dispositivos acima elencados”. E assim baixou a recomendação para o Prefeito, Promotores de eventos, ao Delegado de Polícia da cidade que fiscalizem o cumprimento da Recomendação e cumpra a lei, e ainda a População em geral para que denunciem ao MP.

Recomendação:

AOS PROMOTORES DE EVENTOS: assegurem a todos os estudantes, regularmente matriculados na rede pública ou privada de ensino do Estado, bem como aos idosos, às pessoas com deficiência e jovens entre 15 a 29 anos de idade comprovadamente de baixa renda, o pagamento de metade do valor efetivamente cobrado para a entrada nos eventos que possam ser realizado sob sua coordenação; assegurem a todos os estudantes, regularmente matriculados na rede pública ou privada de ensino do Estado, aos idosos, às pessoas com deficiência e jovens entre 15 a 29 anos de idade comprovadamente de baixa renda, em caso de venda antecipada e promoção, o pagamento de valor correspondente à metade da quantia cobrada a título de preço promocional; garantam o percentual de 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento aos beneficiários da meia-entrada, nos termos do § 10 do art. 1º da Lei Federal; disponibilizem o número total de ingressos e o número de ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada, em todos os pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara, bem como o aviso de que houve o esgotamento dos ingressos disponíveis aos usuários da meia entrada em pontos de venda de ingressos, de forma visível e clara, quando for o caso; que todas as propagandas veiculadas por qualquer meio de comunicação, exemplo: televisão, rádio, jornal, revistas, cartazes, panfletos, outdoor's entre outros, passem a fazer façam referência à possibilidade de compra de ingresso pela metade do preço no caso de estudantes, idosos, pessoas com deficiência ejovens entre 15 a 29 anos de idade comprovadamente de baixa renda, nos termos da lei; e que afixem em local visível onde se realizará o evento, preferencialmente, ao lado das respectivas bilheterias, cópias desta recomendação e, caso estabeleçam bilheteria diferenciada para a compra de senhas pelos beneficiários da meia-entrada, que se lhes assegure um atendimento compatível com os demais participantes do evento, ou seja, rápido e confortável.

AO EXMO. PREFEITO MUNICIPAL DE COXIM/MS: que no uso do Poder de Polícia administrativa que lhe é conferido constitucional e legalmente, fiscalize o cumprimento da Lei Federal nº 12.933/2013 e da Lei Estadual nº 1.352/92, atendendo ao disposto no art. 3º da lei estadual, realizando inspeção nos eventos, atestando se está sendo assegurado o pagamento da meia-entrada para os beneficiários e impingindo as punições administrativas cabíveis contra aqueles que descumpram os comandos legais, recorrendo, se necessário, às autoridades policiais, ministeriais e judiciais.

AOS DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL DE COXIM/MS: que fiscalizem o cumprimento dos dispositivos legais supra pelos promotores de eventos, através de inspeção.

À POPULAÇÃO COXINENSE, EM GERAL: que no caso de resistência ao fiel cumprimento dos dispositivos legais referenciados, tanto por parte dos responsáveis por tal mister, bem como pelas autoridades do executivo municipal e polícia, denunciem tal fato ao Ministério Público Local, o qual se encarregará de tomar todas as providências legais e administrativas cabíveis ao caso.”.

Meia-entrada. E em Corumbá?

Deixe seu Comentário

Leia Também

VOLUNTARIADO
Confeiteiros Solidários realizam Campanha do Agasalho para o Voluntários no Caminho
POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
GERAL
Em Corumbá condutor tem veículo removido por transporte clandestino
GERAL
Detentas bolivianas em Corumbá recebem assistência de Consulado
ESPORTE
Curso de "Treinamento Esportivo no Contexto Escolar" vai ser realizado de 28 a 30 de maio
EDUCAÇÃO
Inep define cronograma do Censo Escolar da Educação Básica 2021
ESPORTE
Bia Cavassa visita Secretaria Nacional do Esporte e busca apoio para MS
GERAL
Bia Cavassa e vereadores visitam sede da Sudeco
POLICIAL
Polícia Militar recupera objetos de furto no bairro Ceac em Ladário
SAÚDE
Idosos e professores já podem se vacinar contra H1N1

Mais Lidas

OPERAÇÃO PRAÇA DA INDEPENDÊNCIA
PF cumpre mandado de prisão em empresários e funcionários da prefeitura de Corumbá
INCÊNDIO
Bombeiros combatem incêndio em residência no Cristo Redentor
GERAL
Homem fica ferido após colisão de motos
OPERAÇÃO INDEPENDÊNCIA
Operação Independência apreende arma de fogo e uma pessoa é presa