Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Ministro da Saúde diz que "HRMS é patrimônio de cada um dos sul-mato-grossenses

17 julho 2021 - 08h03Redação

Acompanhando da secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo e de sua comitiva, o ministro da saúde Marcelo Queiroga visitou o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) e conheceu a estrutura de um dos maiores hospitais públicos do país, responsável pelo enfrentamento da Covid-19 no Estado e que conta com 125 leitos de UTIs. 

Rosana Melo, ex-diretora do HRMS, mostrou ao ministro a estrutura do PAM pediátrico e adulto e as ilhas de CTI do Hospital. Já no Gabinete de Crise a diretora de enfermagem, Ana Paula Borges, apresentou o painel de dados da pandemia, que é utilizado no dia a dia do gabinete e em ações estratégicas do corpo clínico e assistencial no enfrentamento da pandemia. 

O diretor-presidente do HRMS, Lívio Viana de Oliveira Leite, enfatizou que não há hospital igual ao HRMS, apontando dados de leitos UTIs que coloca o Hospital Regional em igualdade com UTIs privadas, como por exemplo, o Hospital Sírio Libanês. “Temos uma das menores taxas de letalidade do país. Algumas de nossas ilhas CTIs podem ser comparadas com os melhores hospitais privados do país, isso mostra a dedicação e competência de nossos intensivistas e de todo o nosso corpo assistencial. Temos muito para fazer e logo iremos visitá-lo em Brasília para pedir apoio na reestruturação do nosso hospital”, avisa Lívio Leite. 

O ministro Marcelo Queiroga corrobora com a fala do diretor-presidente do HRMS e fez questão de destacar que o Hospital Regional, um hospital público 100% SUS e “um patrimônio de toda sociedade, de cada um dos sul-mato-grossenses. Estaremos juntos com o Governo do Estado e com a prefeitura para fortalecer cada vez mais o sistema público de saúde desse grande estado brasileiro”, revela. 

Acompanharam o ministro durante a visita ao HRMS, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a senadora Soraya Thronicke, o vereador Sandro Benites, a vice-prefeita de Campo Grande, Adsriane Lopes, o secretário de saúde do município, José Mauro. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá