Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Mesa-tenistas de MS vão sete vezes ao pódio no Campeonato Brasileiro

15 dezembro 2020 - 09h27Portal do Governo de MS

A 15ª edição do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa rendeu sete medalhas a Mato Grosso do Sul. Com apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), a delegação sul-mato-grossense, composta por 16 atletas, disputou a competição no Rio de Janeiro (RJ). As disputas aconteceram entre os dias 6 e 13 de dezembro, na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, seguindo normas de biossegurança em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Ao todo, a seleção de Mato Grosso do Sul, composta por mesa-tenistas da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande (AECNB) e Círculo Militar de Campo Grande (CMCG), conquistaram uma medalha de ouro, duas de prata e quatro de bronze.

Segundo a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), os confrontos foram organizados em 13 categorias etárias, do pré-mirim à sênior, livre (absoluto), além de classes voltadas a atletas com deficiência. As partidas foram realizadas nos modos individual, por equipes de clubes e seleções estaduais. Jogos em duplas não ocorreram.

O principal destaque sul-mato-grossense foi Valentina Nabhan Saravi, de nove anos, que faturou o título inédito na categoria pré-mirim feminino. A atleta da Nipo bateu a maranhense Alice Jacinto no último jogo do grupo único, por 3 sets a 2 (11x7, 12x10, 11x8, 11x4 e 11x9) e ficou com o ouro. “Comecei a jogar tênis de mesa aos sete anos, mas aos oito eu comecei a jogar sério. A mensagem que deixo é que as pessoas nunca desistam. Mesmo que não acreditem em você, que desmereçam você, continue tentando”, disse a mesa-tenista.

Homero Kenji Cunha e Geovane Ferreira Caminha ficaram com a prata na disputa masculina por equipes de clubes, na categoria juventude. Este foi o primeiro Campeonato Brasileiro de ambos os garotos, que sonham em se tornar atletas profissionais de tênis de mesa no futuro. “É muita responsabilidade jogar um Brasileiro. Tem que ficar tranquilo, se soltar. Tenho o sonho de chegar a ser um jogador profissional, chegar à seleção brasileira”, confessou Homero Cunha, de 15 anos, expressando o mesmo desejo do companheiro Geovane, de 14.

O técnico Mário Márcio Soken, da AECNB, classifica como satisfatória a participação no Brasileiro. “Treinamos bastante, durante um bom tempo sem saber como seria mais para frente. De repente, surgiu a confirmação do Brasileiro e decidimos participar com muita vontade e cautela ao mesmo tempo”.

Para Soken, por se tratar de um ano fora dos padrões devido à pandemia viral, poder competir a nível nacional teve um “gostinho” especial. “Todos não mediram esforços para estar lá. Nesse momento, precisamos enfrentar a doença de frente, com coragem, disciplina, respeito ao próximo e muita vontade de jogar. Participar e viajar foram atos de amor ao esporte”.

A mesma sensação é compartilhada por Ricardo Rieff, técnico representante do Círculo Militar, que também participou como atleta da competição nacional. “Hoje, minha função é ser técnico, mas entrar e competir, sentir o ‘friozinho na barriga’ é bom demais e especial voltar a competir pelo meu Estado”, revelou.

O último Campeonato Brasileiro disputado por Rieff, carregando a bandeira de Mato Grosso do Sul, foi em 2013. “A sensação de subir no pódio é sempre muito boa, mas o principal é poder contribuir de alguma forma e ver novamente o nosso Estado no cenário nacional da modalidade, que há bastante tempo não tinha uma delegação no Campeonato Brasileiro”, finalizou o técnico-atleta. Além de Soken e Rieff, Gabriel Elias Ota atuou no comando técnico.

Mais fotos dos atletas sul-mato-grossenses estão disponíveis no link a seguir: Galeria de fotos - MS no 15º Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa

Confira abaixo todas as medalhas conquistadas por Mato Grosso do Sul na competição:

Ouro

- Valentina Nabhan Saravi (AECNB) – Categoria pré-mirim feminino

Prata

- Homero Kenji Cunha e Geovane Ferreira Caminha (AECNB) – Equipes de clubes, categoria juventude masculino

- Edgar Alex Ibrahim, Gabriel Elias Ota e Ricardo Rieff Marim Filho (CMCG) – Equipes de seleções estaduais, categoria absoluto C masculino

Bronze

- Nelson Miyashiro Tobaru (AECNB) – Classe 4 (paralímpico) individual masculino

- Homero Kenji Cunha e Geovane Ferreira Caminha (AECNB) – Equipes de seleções estaduais, categoria juventude masculino

- Bruno de Carvalho Sone Tamaciro, Eduardo dos Santos Soares e Mauro Sandres Melo (AECNB) – Equipes de clubes, categoria veterano 4 masculino

- Gabriela Leite Nabhan, Maria Fernanda Delmondes Tamaciro, Valentina Nabhan Saravi (AECNB) e Karina Dopper Teixeira da Costa (CMCG) – Equipes de seleções estaduais, categoria absoluto B feminino

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor