Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Assembleia de MS - Campanha Mãos - Junho
Andorinha - Maio
Geral

Mato Grosso do Sul já vacinou 18 mil indígenas, 39% do público alvo

30 janeiro 2021 - 08h20Portal do Governo de MS

Mato Grosso do Sul, por meio de um trabalho de parceria entre o Estado, municípios e o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), já imunizou 18.058 indígenas contra a Covid-19 nos 30 municípios que têm aldeias. Esse número representa 39,1% do total imunizável nesta comunidade, considerada prioritária por causa da sua maior vulnerabilidade frente a esta doença.

De acordo com números divulgados pelo DSEI de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (29), nos 14 polos-base coordenados pelo Distrito no Estado, as imunizações da comunidade indígena variam de 13,3% (nos municípios de Maracaju e Porto Murtinho) a 79,1% (em Brasilândia e Corumbá).

“Parabenizamos as equipes do DSEI, coordenadas pelo coronel Joe Jaccenti Júnior, bem como dos municípios, com o apoio de prefeitos e prefeitas, secretários e secretárias municipais de saúde, além de técnicos da Secretaria Estadual de Saúde que não estão medindo esforços, alguns até tendo que desatolar os veículos que transportam as vacinas, por causa das chuvas que caem nas aldeias de nosso Estado”, salientou o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende.

Em números absolutos, o município que vacinou o maior número de indígenas foi Dourados: 3.003, de um total de 9.727 vacináveis. Na sequência, vem Miranda, com 2.405 imunizados, de um universo prioritário composto por 5.687 pessoas. Em terceiro lugar, aparece Amambai: 2.167 moradores nas aldeias já receberam o imunizante, do total previsto de 5.713 imunizáveis.

Municípios

O DSEI em Mato Grosso do Sul coordena os polos-base de Antonio João (Municípios de Antonio João, Bela Vista e Ponta Porã); Brasilândia (Brasilândia); Corumbá (Corumbá); Bonito (Maracaju e Porto Murtinho); Amambai (Amambai, Aral Moreira e Coronel Sapucaia); Caarapó (Caarapó, Juti e Laguna Carapã); Paranhos (Paranhos); Tacuru (Tacuru); Bodoquena (Porto Murtinho); Iguatemi (Eldorado, Iguatemi, Japorã e Sete Quedas), Sidrolândia (Dois Irmãos do Buriti e Sidrolândia); Dourados (Douradina, Dourados, Maracaju e Rio Brilhante), Aquidauana (Anastácio, Aquidauana e Nioaque); e Miranda (somente o município de Miranda).

Profissionais que atuam na vacinação dos indígenas superam todas as dificuldades para cumprir com a missão Foto: Acervo pessoal de Danilo José Pagnussat

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PMA surpreende caçador, apreende arma e munições e frustra caçada ilegal
SAÚDE
Secretaria de Estado de Saúde distribui aos municípios 97.500 doses da vacina da Astrazeneca
CORONAVÍRUS
Corumbá registra em maio o segundo pior número nos óbitos por Covid-19 do ano
ECONOMIA
Empresários têm 9 dias para renegociar débitos do Fadefe
SAÚDE
Dia Mundial da Yoga: atividade terapêutica melhora qualidade de vida
ECONOMIA
Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família recebem hoje
ESPORTE
MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial
POLICIAL
Homem é preso por assédio contra criança no Conjunto Guatós
CORONAVÍRUS
Conheça a diferença entre Lockdown, toque de recolher, restrição e problema coletivo
ATROPELAMENTO
Mulher é vítima de atropelamento e fica gravemente ferida

Mais Lidas

PROCURADOS
Mato Grosso do Sul tem 8 dos criminosos mais importantes na lista da Interpol
GERAL
Com lotes a partir de R$ 200, SAD fará leilão de 38 lotes de veículos e sucatas de veículos em julho
RESGATE DE ANIMAL
PMA de Corumbá resgata filhote de veado em condomínio no Aeroporto
POLICIAL
PMA prende infrator por porte ilegal de arma de caça