Menu
sábado, 31 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Marun defende indulto natalino e critica prisão de Puccinelli

01 dezembro 2018 - 08h07Correio do Estado

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse na sexta-feira (30) não pretender mais voltar a atuar no MDB. Ele considerou o ex-governador André Puccinelli (MDB) vítima de prisão ilegal, sem provas, e defendeu o indulto natalino para os condenados por crimes não violentos.

Marun afirmou que não pensa em voltar para a política. “Quero resistir à política, tomara que eu consiga”, declarou.

O ministro tem repetido isso desde antes das eleições. Ele não se candidatou a nenhum cargo, muito menos tentou disputar novamente como deputado federal.

Na sexta-feira, Marun afirmou que deseja voltar a advogar a partir de março. “No MDB, não pretendo assumir funções executivas mais fortes, nem em Mato Grosso do Sul  nem no Brasil”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Trio é preso por descaminho em ônibus irregular
Pedido Liminar
MPT pede suspensão de portarias do governo federal que altera normas de segurança no trabalho
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta sexta (30) em Corumbá
Calendário
Primeira parcela do IPTU 2021 vence hoje (30)
Açãode Marketing
Equipe do Bonito CVB visita Corumbá para parceria de divulgação turística
Pagamento Liberado
Servidores do município recebem salários de julho hoje (30)
Receptação
Homem vai parar na Delegacia por moto comprada no Trocas
Calendário
Inscrições para o Fies 2021.2 terminam às 23h59 de hoje (30)
Bombeiros
Incêndio destrói casa de madeira no bairro Industrial
GAPA
Grupo recebe R$ 40 mil para projeto de castração animal em Corumbá

Mais Lidas

Receptação
Homem vai parar na Delegacia por moto comprada no Trocas
Fronteira
Bilhete com ameaças foi deixado sobre sacos com partes do corpo de rapaz sequestrado em MS
Flagrante
Trio é preso por descaminho em ônibus irregular
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta sexta (30) em Corumbá