Menu
terça, 26 de outubro de 2021
Cassems - Melhores e Maiores - Edição 2021
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Marquinhos convoca, novamente, campo-grandenses para oração neste domingo

05 julho 2020 - 11h00Top Midia News

Sempre que pode, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) mostra seu lado religioso. Neste sábado (4), durante transmissão no Facebook, ele pediu para que a população realize uma prece coletiva para que a cidade seja liberta da pandemia do coronavírus.

A Capital ultrapassou a marca dos 3 mil infectados pela doença e voltou a ser epicentro da doença.

“Vamos fazer a oração, a prece, a reza, a corrente de católicos, evangélicos, de espíritas de qualquer segmento religioso que você tiver, invocando a Deus”.

Ainda segundo ele, o horário previsto para a oração é das 10h às 11h, cada um em suas casas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Instalação de polo da Universidade Estadual em Corumbá é solicitada na Câmara
Tecnologia
Aplicativo Para Ver Conversas Do WhatsApp de Outra Pessoa
Prevenção
Vereador pede instalação de telas de proteção no prédio do antigo Cine Anache
Resgate +
Ministério do Meio Ambiente lança Programa de Resgate da Fauna Silvestre em Corumbá
Nova Corumbá
Foragido é preso com diversos itens suspeitos na mochila
Presente Inesperado
Policiais Militares de Corumbá fazem surpresa em aniversário de criança que sonha em ser PM
Reivindicação
Vereadores pedem retorno das aulas presenciais na Rede Municipal
Representatividade
Sancionada Lei que institui o Prêmio Zumbi dos Palmares em Corumbá
Péssimas Condições
Morte de motorista na BR 262 é mais um alerta para o perigo do tráfego na rodovia
Campo Grande
Casa Rosa: atendimento integrado contra o câncer de mama inaugura em novembro

Mais Lidas

Denúncia
Sem resposta, passageira recorre a rede social para reclamar da Buser
Acidente
Rapaz sofre fraturas após ser atropelado na saída da quermesse em Ladário
Mundo Novo
Jovem é preso por disparos e porte ilegal de arma de grosso calibre
Procurados
Membros do PCC presos na fronteira com MS são entregues à polícia brasileira