Menu
sexta, 16 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Maior leilão de gado de MS completa 60ª edição com 300 mil animais comercializados

27 julho 2018 - 06h57Kamilla Marques

Completando 60 edições em cinco anos operando em Corumbá, o leilão mensal da Fazenda Novo Horizonte, no Pantanal da Nhecolândia, mudou a pecuária da planície ao criar um marco regulador em um mercado até então ocupado por atravessadores, cenário que colocava o gado pantaneiro sempre em baixa. O leilão deste sábado, com cinco mil animais, marca a trajetória da Leiloboi na região da Curva do Leque (MS-228).

“O leilão da Novo Horizonte tem sido um grande negócio para os pantaneiros, uma referência no mercado”, afirma o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Luciano Leite. Segundo ele, a presença da Leiloboi, que adquiriu a fazenda em 2013, tem sido o grande diferencial para a pecuária do Pantanal ao garantir bons preços e valorizar o gado da região, onde se concentra o segundo maior rebanho do País (1,9 milhão de cabeças).

Luciano Leite destacou ainda que a Leiloboi, promotora dos leilões, eliminou o atravessador e facilitou a comercialização do gado pantaneiro, hoje bem cotado no mercado. “Antes da Novo Horizonte, os criadores saiam cada um por si a procura de comprador e tinha que entregar os animais até onde os caminhões tinham acesso. Hoje existe uma logística para movimentar esse gado e o pecuarista sabe que será reembolsado”, afirmou o dirigente ruralista.

Grande desafio

O gerente administrativo da Leiloboi em Corumbá, André Nantes, lembra que o sucesso dos leilões se deve aos investimentos da família Guaritá, dona da empresa, em modernidade, profissionalismo e infraestrutura da fazenda, como rede de energia, internet, ampliação e reforma de currais, pista de pouso (gramada e homologada) e acomodações especiais para clientes, a maioria pecuaristas e invernistas de todo o País.

“No início foi um grande desafio, hoje graças a credibilidade conquistada tanto da parte do vendedor como comprador nos consagrou como o maior e mais importante leilão do Pantanal”, resume André Nantes. Em cinco anos, o Leilão Novo Horizonte comercializou mais de 300 mil animais na Nhecolândia, além da participação da Leiloboi na Feira Agropecuária do Pantanal (Feapan), promovida pelo Sindicato Rural de Corumbá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no próprio site
GERAL
Deputada visita Hemonúcleo de Corumbá e constata caos
GERAL
Salão de Beleza em Ladário pega fogo
COVID-19
Corumbá destaca-se em número de altas a pacientes com Covid
GERAL
Cassems realiza Assembleia Geral Ordinária para prestação de contas no dia 22
GERAL
UFGD e Prefeitura de Ladário querem ampliar projetos na Base Baía Nega
ACESSIBILIDADE
Projeto de Lei obriga símbolo do TEA em placas de atendimento prioritário
GERAL
Prazo para preenchimento do PGDI começa nesta quinta-feira
DIREITOS HUMANOS
Agressões contra crianças aumentaram na pandemia, diz especialista
GERAL
Projeto de Lei prevê publicação de lista de espera de procedimentos médicos na internet

Mais Lidas

ATROPELAMENTO
Idoso é atropelado na Porto Carreiro e fica ferido
GERAL
Garagem Lanchonete inaugura filial em Ladário e traz variedades no cardápio
GERAL
Mulher fica ferida após cair da moto no Maria Leite
CRIME AMBIENTAL
Homem que transportaria plantas em extinção para a Bolívia é preso