Menu
sábado, 18 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Maior leilão de gado de MS completa 60ª edição com 300 mil animais comercializados

27 julho 2018 - 06h57Kamilla Marques

Completando 60 edições em cinco anos operando em Corumbá, o leilão mensal da Fazenda Novo Horizonte, no Pantanal da Nhecolândia, mudou a pecuária da planície ao criar um marco regulador em um mercado até então ocupado por atravessadores, cenário que colocava o gado pantaneiro sempre em baixa. O leilão deste sábado, com cinco mil animais, marca a trajetória da Leiloboi na região da Curva do Leque (MS-228).

“O leilão da Novo Horizonte tem sido um grande negócio para os pantaneiros, uma referência no mercado”, afirma o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Luciano Leite. Segundo ele, a presença da Leiloboi, que adquiriu a fazenda em 2013, tem sido o grande diferencial para a pecuária do Pantanal ao garantir bons preços e valorizar o gado da região, onde se concentra o segundo maior rebanho do País (1,9 milhão de cabeças).

Luciano Leite destacou ainda que a Leiloboi, promotora dos leilões, eliminou o atravessador e facilitou a comercialização do gado pantaneiro, hoje bem cotado no mercado. “Antes da Novo Horizonte, os criadores saiam cada um por si a procura de comprador e tinha que entregar os animais até onde os caminhões tinham acesso. Hoje existe uma logística para movimentar esse gado e o pecuarista sabe que será reembolsado”, afirmou o dirigente ruralista.

Grande desafio

O gerente administrativo da Leiloboi em Corumbá, André Nantes, lembra que o sucesso dos leilões se deve aos investimentos da família Guaritá, dona da empresa, em modernidade, profissionalismo e infraestrutura da fazenda, como rede de energia, internet, ampliação e reforma de currais, pista de pouso (gramada e homologada) e acomodações especiais para clientes, a maioria pecuaristas e invernistas de todo o País.

“No início foi um grande desafio, hoje graças a credibilidade conquistada tanto da parte do vendedor como comprador nos consagrou como o maior e mais importante leilão do Pantanal”, resume André Nantes. Em cinco anos, o Leilão Novo Horizonte comercializou mais de 300 mil animais na Nhecolândia, além da participação da Leiloboi na Feira Agropecuária do Pantanal (Feapan), promovida pelo Sindicato Rural de Corumbá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Queimadas
Bombeiros abrem aceiro na vegetação seca para deter incêndios do Pantanal
Balanço
Em três dias, operação Fronteiras e Divisas apreendeu R$ 12 milhões em drogas
Alerta
Com umidade do ar registrando 10%, cidades de MS voltam a ficar em alerta
Preconceito não!
Jogo da Diversidade acontece hoje com cobertura ao vivo do Capital do Pantanal
Flagrante na fronteira
PMA desmonta acampamento mas caçadores escapam para o Paraguai
Programação
Criançada aprende a usar cores primárias na oficina do Sesc deste sábado
Retomada
UEMS lança Guia de Retorno de Atividades Presenciais
Salve Vidas
Para repor estoques de O-, O+ e A+ Hemosul da capital abre o dia todo neste sábado
Tempo
Sábado de sol, calor e tempo seco em todo Estado
Tentativa de Homicídio
Adolescente é socorrido com perfuração de bala na coxa

Mais Lidas

Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Homenagem
Praça Palestina em Corumbá completa dois anos de criação