Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS

Com afundamento de crânio, menina ficou três dias em casa sem atendimento médico

06 março 2021 - 09h35Marcos Morandi - Midiamax

Uma mulher  de 22 anos foi presa na noite desta sexta-feira (6) em Amambai por uma equipe da Polícia Militar  após espancar um bebê de 9 meses porque ele simplesmente chorava muito. A mãe é residente em uma aldeia indígena da cidade que faz fronteira com o Paragaui.

A criança teve afundamento de crânio teve que ser levada para o Hospital da Vida em Dourados, com vaga zero e em seguida transferida para o HU-UFGD (Hospital da Universidade Federal da Grande  Dourados).

A menina sofreu traumatismo craniano e ficou com o corpo todo lesionado e ainda teve os braços quebrados e no momento está entubada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica do HU-UFGD em estado gravíssimo.

Segundo informações da polícia, a mãe permaneceu com a criança dentro de casa por vários dias, sem nenhum atendimento médico e acabou socorrida somente na noite de sexta-feira.

A agressão foi percebida por um policial que estava de plantao no Hospital, quando a criança deu entrada. A princípio a mãe relatou que a criança tinha caído da cama.

Entretanto ela acabou confessando que na terça-feira (2), havia batido na criança com um pedaço de madeira porque , segundo ela, “a criança estava insuportável, chorando demais”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Inédito
Tempestade de areia: Energisa recebeu 4 mil chamados em Campo Grande
Dia Mundial da Alimentação
Em MS, 69% da população está com excesso de peso e 36% com obesidade
Ensino Superior
UEMS investe mais de R$ 13 milhões em bolsas e auxílios para estudantes
Transporte
Expresso Queiroz tem autorização suspensa por incapacidade de atender passageiro
Defesa Civil
Tempestade de poeira e vendaval causaram estragos em pelo menos sete nos municípios
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá
Previsão Meteorológica
Tempo continua fechado com chance de mais chuva para grande parte do Estado
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas

Mais Lidas

Tragédia
Médico do interior de SP é um dos sobreviventes de barco que naufragou; quatro parentes morreram
Tragédia
Naufrágio no rio Paraguai deixou sete pessoas desaparecidas
Atualizações
Dois dos corpos encontrados no rio Paraguai são identificados
Cidade em alerta
Ventos de 64 km/h destelharam 20 casas em Corumbá