Menu
sábado, 04 de julho de 2020
Andorinha - Medidas Preventivas Coronavírus
Andorinha - medidas preventivas
Geral

Mãe confessa que esganou filho de 11 anos com corda de varal: 'Era desobediente

28 junho 2020 - 09h00Topmidia

Alexandra Dougokeski, 33 anos, assumiu que matou o filho de 11 anos, esganado com uma corda de varal, em Planalto, Rio Grande do Sul. O crime ocorreu em 15 de maio, mas até então, a suspeita sustentava a tese de acidente. 

A nova versão foi dada à Polícia Civil gaúcha neste sábado (27). O motivo do pequeno Rafael foi porque ele não obedecia às ordens dela. 

A mãe relembrou que, por volta de meia-noite de 15 de maio deu dois comprimidos de Diazepam ao filho, depois de ter flagrado ele várias noites mexendo no celular. Ela voltou ao quarto às 2h e ficou descontrolada ao ver que o filho não dormiu, mesmo com efeito do calmante.

''Naquele momento, ela perdeu o controle da situação e resolveu de fato estrangular ele'', disse diretor de investigações do Departamento de Homicídios, Eibert Moreira Neto. Alexandra então foi até a área de serviço, pegou a corda, armou o laço e voltou para matar o garoto. Consta que o filho se debateu, caiu no chão e machucou a costela, o que foi confirmado pela necropsia. 

''Ela diz que quando ela deu o laço, o menino asfixiou e caiu. Quando ele cai, ela sai do quarto e deixa ele asfixiando. Depois de um tempo ela retorna e vê que ele desfaleceu. Ela então vai ao quarto dela, pega uma sacola plástica, pois não consegue olhar para o rosto dele. Com essa sacola, cobre o resto do menino, pega ele no colo e transporta até a casa vizinha, onde sabia que tinha uma caixa'' relatou o diretor ao portal Gaúcha ZH. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19
Corumbá registra 390 casos positivos de COVID-19 nesta sexta
Cidade
Centro de Especialidades Médicas é entregue e materializa sonho da população Corumbaense
Covid-19
Grávida infectada pelo coronavírus faz cesária de emergência e morre em hospital de MS
Política
Governo ainda estuda recriar Ministério da Segurança, diz Mendonça
INSS
INSS cria alternativa para obter documentos durante pandemia
Covid-19
Após anular compra, Porto Murtinho reabre pregão para raio-x com verba da Covid-19
Turismo
Com 10 novos casos de coronavírus e reabertura de turismo, Bonito faz apelo para moradores
Policial
Motorista diz que está levando soja, mas polícia acha R$ 3,7 milhões em cigarro
Educação
MEC anuncia repasse de R$ 200 milhões para universidades e institutos
Covid-19
Nove terminais de Campo Grande recebem desinfecção nesta sexta-feira

Mais Lidas

Covid-19
Corumbá registra 390 casos positivos de COVID-19 nesta sexta
Recorde
Corumbá registra mais 42 infectados; maior aumento diário desde o inicio do isolamento na cidade
PRF
Jeep furtado é impedido de atravessar para Bolívia pela segunda vez em um ano
Covid-19
Grávida infectada pelo coronavírus faz cesária de emergência e morre em hospital de MS