Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Ladário sanciona Plano Municipal de Cultura como artigo de primeira necessidade para região

26 dezembro 2016 - 09h01PML

O Prefeito José Anotnio Assad e Faria sancionou a Lei n° 975/2016, que trata da instituição do Plano Municipal de Cultura, aprovado pela Câmara Municipal. Durante o encontro, que aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura, estiveram presentes a diretora-presidente da Fundação de Cultura Wanessa Rodrigues, bem como os conselheiros de Cultura e também integrantes da Comissão do Plano Municipal de Cultura Laura Segovia, Odilon de Macedo, Nivaldo Paes, Simone Goes e Claudete Soares. 

De acordo com o chefe do Executivo ladarense, o Plano Municipal de Cultura é um grande passo para o município, e ainda afirmou que cultura é artigo de primeira necessidade, para o desenvolvimento de um município.

“A preocupação da administração durante esses oito anos, foi fazer levar às pessoas, essa nossa maneira de pensar, de que a cultura é um produto e uma necessidade essencial na vida de cada um, pois preserva a sua história, tradição e religiosidade. E nós, firme e forte, conseguimos manter os nossos eventos, mostrando a capacidade e o valor de um povo rico, cheio de tradições, que jamais deverão ser perdidas, ainda mais, com esse grande avanço, que é o PMC”, falou José Antonio.

Já a diretora-presidente da Fundação de Cultura Wanessa Rodrigues, agradeceu a colaboração e dedicação de todos os envolvidos e avaliou o momento, como um passo para o futuro da Pérola do Pantanal.

“Com o objetivo de ser um instrumento de gestão das políticas culturais no município, o Plano Municipal de Cultura será um documento muito importante, trazendo todas as diretrizes, estratégias, ações e metas para o desenvolvimento da cultura no município para os próximos 10 anos. Será um documento de gestão cultural, estando alinhado aos Planos Estadual e Nacional de Cultura, tendo a participação, por meio de diálogos com artistas e conselheiros de cultura, resultando em um Diagnóstico Cultural, o qual mostrou a situação atual da cultura no município, servindo então de base para a elaboração até o resultado final, o PMC”, explicou Wanessa.

Totalmente satisfeita com o resultado, a artista Claudete Soares, disse estar muito agradecida pela confiança e ainda revelou sobre os conhecimentos adquiridos durante a caminhada, até se chegar ao resultado final.

“Não tinha a dimensão de como é trabalhoso e ao mesmo tempo informativo. Em cada etapa, aprendemos muitas coisas, quem está de fora costuma sempre acusar sobre algo, mas não sabe como é muito difícil construir algo que é muito importante, ainda mais para a classe artística. Enquanto colaboradora e munícipe, todos nós temos que valorizar o que está sendo feito”, enfatizou Claudete.

O Plano Municipal de Cultura

Além disso, por sua vez, o plano também terá o papel de nortear todas as atividades culturais do município, fazendo com que a cena cultural da cidade ganhe mais visibilidade, alinhando a politica cultural de Ladário, com as do Estado e do governo federal, viabilizando a liberação de recursos para o município.

Com o PMC o município cumpre mais 1 das 5 etapas obrigatórias e instituídas pelo Sistema Nacional de Cultura: 01) ter um órgãos gestor exclusivo de cultura – Fundação Municipal de Cultura de Ladário, 02) Conferência Municipal – realizada em Ladário em 2013, 03) Conselho de Cultura – Conselho Municipal de Cultura de Ladário desde 2014, 04) Plano de Cultura – Plano Municipal de Cultura de Ladário. Faltando apena a criação do Fundo Municipal de Cultura para que o Sistema Municipal de Cultura esteja completo e alinhado as políticas nacionais de cultura.

“Nunca na história de Ladário, houve uma administração tão preocupada com o seu povo, pois resgatar a cultura é manter viva a história. Ladário está de parabéns e esperamos que o trabalho não pare e que futuramente, mesmo não sendo essa equipe, todas as ações continuem, pois, quem ganha sempre somos nós, ladarenses”, comentou Nivaldo Paes.  

Todo esse processo de elaboração do Plano Municipal de Cultura recebeu assessoria técnica da Secretaria Estadual de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação sob a coordenação da Superintendente de Cultura de MS, Claudia Medeiros e equipe, através do Projeto de Apoio a Implantação dos Sistemas Municipais de Cultura. Projeto que prestou assessoria técnica da SECTEI aos gestores municipais de cultura de MS, auxiliando na elaboração do Plano, por meio das capacitações aos gestores públicos de cultura, que ocorreram em Campo Grande nos anos de 2015 e 2016.

Divulgação/Rio Verde Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Alta taxa de letalidade preocupa as autoridades sanitárias do MS
GERAL
Governo detalha ações de combate a incêndios florestais para 2021
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
GERAL
Vereador solicita direcionamento de emenda parlamentar para aquisição de Castramóvel
GERAL
Rede Voluntária Vale apoia campanhas de combate à fome
EDUCAÇÃO
Prazo de inscrições para o Sisu termina nesta sexta-feira
EDUCAÇÃO
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
GERAL
Servidora estadual vítima de violência sexual ou doméstica terá prioridade na remoção
GERAL
Empresas se unem para doar 3,4 milhões de medicamentos para intubação para o Brasil
Ação solidária emergencial já começou a importar insumos da China para fazer frente ao aumento de pacientes com Covid-19
POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
SAÚDE
Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda
SAÚDE
Corumbá institui Núcleo de Reabilitação Pós Covid com atendimento multidisciplinar