Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Justiça defere cautelar do MPT e bloqueia R$ 800 milhões da Vale

28 janeiro 2019 - 16h29Sylma Lima

 

A Vara do Trabalho de Betim deferiu, na madrugada de hoje (28), o pedido formulado pelo Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais por meio de ação cautelar. A decisão autoriza o bloqueio de R$ 800 milhões nas contas da Vale S.A, para "assegurar as indenizações necessárias a todos os atingidos, empregados diretos ou terceirizados, pelo rompimento da barragem na mina denominada Córrego do Feijão.

A empresa também será notificada a manter o pagamento dos salários aos parentes e familiares de trabalhadores desaparecidos, bem como arcar com despesas de funeral, translado de corpo e sepultamento. Uma última obrigação fixa prazo de 10 dias úteis para que a empresa apresente o Programa de Gerenciamento de Riscos, incluindo dados da empresa e de responsáveis por sua elaboração e monitoramento, dentre outros documentos que deverão instruir o inquérito.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial
SAÚDE
Mato Grosso do Sul recebe nesta sexta novo lote de vacinas da Coronavac
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS
Bia Cavassa trata com Tereza Cristina sobre recursos para capacitação de brigadistas
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá
POLICIAL
Polícia Federal apreende cocaína na parte alta de Corumbá
TEMPO
Em Corumbá temperatura varia entre 21°C a 28°C nesta sexta
SAÚDE
Lote com 5,7 milhões de doses de vacinas começa a ser distribuído
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos
VOLUNTARIADO
Confeiteiros Solidários realizam Campanha do Agasalho para o Voluntários no Caminho

Mais Lidas

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
POLICIAL
PM apreende droga, plantas de maconha e prende autor de tráfico
POLICIAL
PM evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos