Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Juiz diz que empresa não pode cortar luz sem comprovar fraude

22 março 2017 - 17h43
Juiz diz que corte de luz sem comprovação de fraude é irregular. Foto: Thethis Ibanez

O Capital do Pantanal conversou com o juiz da 2ª vara civil Allysson Kneip Duque, que geralmente se depara com casos de diversas irregularidades praticadas contra o consumidor, e explicou algumas medidas legais sobre a questão do corte do fornecimento de energia elétrica, considerado serviço essencial. Allysson falou a respeito do assunto a fim de dar informações para a população em geral e disse que a suspensão no fornecimento sem provas é ilegal.

O magistrado disse que, “há um entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de que a concessionária não pode suspender o fornecimento de energia elétrica do consumidor, com esse tipo de alegação. Há outras maneiras de fazer essa cobrança, por conta de um débito ou irregularidades, mas só pode efetuar o corte em caso de débitos atuais. Quanto a alegação do débito pretérito que deve ser recalculado por causa de suposta fraude, isso tem que ser cobrado de outra maneira, segundo entendimento majoritários dos tribunais superiores. Há uma resolução n° 414 da Aneel que estabelece as regras para apuração desse tipo de conduta e se comprovar a fraude vai tomar as providências cabíveis. Agora, a suspensão no fornecimento de energia, com base nestas alegações (fraude) não pode acontecer" .

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Alta taxa de letalidade preocupa as autoridades sanitárias do MS
GERAL
Governo detalha ações de combate a incêndios florestais para 2021
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
GERAL
Vereador solicita direcionamento de emenda parlamentar para aquisição de Castramóvel
GERAL
Rede Voluntária Vale apoia campanhas de combate à fome
EDUCAÇÃO
Prazo de inscrições para o Sisu termina nesta sexta-feira
EDUCAÇÃO
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
GERAL
Servidora estadual vítima de violência sexual ou doméstica terá prioridade na remoção
GERAL
Empresas se unem para doar 3,4 milhões de medicamentos para intubação para o Brasil
Ação solidária emergencial já começou a importar insumos da China para fazer frente ao aumento de pacientes com Covid-19
POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é acusado de agredir a própria mãe no bairro Vila Guarani
OPERAÇÃO
Operação Ágata Oeste tem resultados expressivos de apreensão de drogas e armas
SAÚDE
Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda
SAÚDE
Corumbá institui Núcleo de Reabilitação Pós Covid com atendimento multidisciplinar