Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Jovem de 18 anos morre vítima da Covid-19 em Corumbá

De acordo com o Boletim Epidemiológico do município com o falecimento da jovem Corumbá vai para 185 mortes causadas pela Covid-19

21 dezembro 2020 - 10h30Mariana Conte

A jovem Maria Eduarda Magalhães Arias Perentel, de 18 anos morreu neste domingo (20) em Corumbá – MS vítima da Covid-19. De acordo com informações da Secretaria de Saúde do município a jovem estava internada na Santa Casa de Corumbá desde o dia 8 de dezembro e tinha diabetes Tipo 1.

Essa triste notícia serve de alerta para a população redobrar os cuidados e tomar as devidas precauções, como o distanciamento, evitar aglomerações, sair de casa apenas em casos essenciais, usar a máscara corretamente e sempre estar com o álcool em gel em mãos.

De acordo com o médico Manoel João da Costa Oliveira que desde o início na pandemia atua na linha de frente do combate a doença no município de Corumbá no contexto da covid-19, comorbidades como diabetes, obesidade, hipertensão, tuberculose, entre outros, aumentam o risco de agravamento do quadro do paciente. Para aqueles que não tratam as enfermidades previamente, a evolução da doença causada pelo novo coronavírus pode ser ainda pior. “A diabete por si só é uma doença que já deixa o organismo completamente debilitado porque baixa as defesas e é uma doença imunossupressora. A pessoa já vem descompassada e então o coronavírus age de forma generalizada atacando pulmão, rim, fígado e coração”, ressaltou.

Com relação ao caso da jovem Maria Eduarda o médico Manoel João explicou que o quadro dela evoluiu muito rápido. “Teve mais de 80% do pulmão lesado pela Covid e por conta da diabete, que já é um agravante, ela teve choque e apesar de todos os cuidados e protocolos infelizmente não resistiu e veio a falecer”, informou.

De acordo com o Boletim Epidemiológico do município com o falecimento da jovem Corumbá vai para 185 mortes causadas pela Covid-19. Até a data de hoje são 27.445 notificações, 61 suspeitos e 6.190 confirmados.

O Boletim Covid-19 do Estado deste domingo (20) registrou mais 1.066 novos casos e 19 óbitos nas últimas 24 horas em Mato Grosso do Sul. Do início da pandemia até a data de hoje, MS tem registro de 121.461 exames positivos e 2.051 óbitos.

Os cinco municípios que continuam apresentando maior número de novos casos são: Campo Grande com mais 482; Dourados +164; Corumbá +56; Maracaju + 35 e Três Lagoas com + 30.

Com total de 256 óbitos no mês de dezembro, a taxa de mortalidade é de 1,7%.O número de internações hospitalares é de 667 pacientes. São 362 em leitos clínicos (203 públicos e 159 particulares) e 306 em UTI (219 públicos e 86 privados). São 13.611 pessoas em isolamento domiciliar.

A ocupação dos leitos nas macrorregiões é a seguinte: Campo Grande – 112% (60% Covid-19); Dourados – 84% (36% C19); Três Lagoas – 55% (30% C19); Corumbá – 75% (25% C19).

O site Capital do Pantanal presta solidariedade a todos os familiares da jovem. 

Foto: Redes Sociais

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida