Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Jeep furtado é impedido de atravessar para Bolívia pela segunda vez em um ano

03 julho 2020 - 08h32Gesiane Sousa

O veículo Jeep Renegade com placas de Belo Horizonte (MG), foi apreendido pela segunda vez em um ano, em posse de atravessador nesta quinta-feira (2). A abordagem foi realizada no quilômetro 708 da BR 262, durante fiscalização da Policia Rodoviária Federal (PRF) em Corumbá.

O motorista, homem de 34 anos, apresentou versão suspeita de que vinha de Campo Grande (MS) para visitar o filho e retornaria no mesmo dia, disse ainda que o carro estava alugado por seu patrão, que o emprestou para fazer a pequena viagem.

A locadora Unidas S.A., proprietária do veículo, afirmou que na verdade ele havia sido locado na cidade de Congonhas (SP) e que estava atrasado na entrega, agendada para o dia anterior, 1º de julho. Imediatamente a locadora registrou boletim de ocorrências (N° 2020/670961) como apropriação indébita.

Diante das afirmativas que derrubavam a versão mentirosa, o condutor confessou que havia recebido o carro de um conhecido e que receberia R$ 1.000 para conduzi-lo até Corumbá. Ele pegou o Jeep em frente ao aeroporto de Campo Grande (MS) junto com a quantia de R$ 250 para custear a viagem até a cidade pantaneira, onde deixaria o veículo com a chave no contato em local específico, não revelado pelo criminoso.

Três carros recuperados em menos de 24 horas

Entre às 16 horas do dia 1º de julho, última quarta-feira, e às 6h de ontem, dia 2, a PRF recuperou três veículos em Corumbá, todos furtados de locadoras de São Paulo, que seriam atravessados para Bolívia. Além do Jeep, um Renault/Logan e um Hyundai/HB20.

Veícuros eram de locadoras de São Paulo. Foto: Divulgação PRF

A apreensão do dia 1º de julho foi possível graças a denúncia anônima, que indicava dois indivíduos suspeitos em pousada do bairro Universitário. No local, os policiais federais encontraram os veículos estacionados, com placas de Belo Horizonte (BH). Os condutores se mostraram surpresos e bem nervosos com a abordagem policial.

Homem de 29 anos, que conduzia o Logan, alegou que veio de São Paulo até Corumbá para resolver umas pendências e aguardava um colega no hotel. Afirmou também que receberia a quantia de R$ 400 por trazer o carro até Corumbá e em seguida retornaria para São Paulo. Averiguação em sistema acusou que o suspeito era reincidente no crime conhecido como “golpe do seguro” e que o Logan, em posse dele, já constava como furtado. Ele tentou novamente explicar que o veículo era da prima do tal conhecido que aguardava no hotel, porém este homem não apareceu.

Já o condutor do Hyundai, homem de 24 anos, disse que teria alugado o carro na cidade de Itaquera (SP) e que receberia R$ 1.200 para entregar o veículo a um boliviano em Corumbá, que seria responsável pela travessia ao país vizinho. O Hyundai HB20 é de propriedade da locadora Movida. A empresa confirmou que de acordo com o contrato de locação, o veículo não poderia estar na região de fronteira e que iria confeccionar boletim de ocorrência sobre o caso.

Os três crimisos foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil de Corumbá

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19