Menu
quinta, 29 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Janeiro Branco: Profissionais falam da importância de cuidar da saúde mental

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) relatam que o Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas, equivalentes a 5,8% da população

15 janeiro 2021 - 11h13Mariana Conte

O primeiro mês do ano é dedicado a campanha de conscientização dos cuidados com a saúde mental, intitulado Janeiro Branco e esse ano o lema da 8 Edição é “Todo Cuidado Conta”, que faz uma alerta aos cuidados da saúde mental principalmente depois que estourou a pandemia do Covid-19 e aumentou os casos de depressão.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) relatam que o Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas, equivalentes a 5,8% da população.

A psicóloga Hyngrid Barbosa Oliveira Lopes da Silva, especialista em psicologia do desenvolvimento e hospitalização disse que aquelas preocupações que tomam conta de nossas mentes, situações difíceis de resolver, problemas no trabalho, dúvidas em relação aos caminhos que seguir na vida, normalmente são situações que nos tolhem a capacidade de amar e trabalhar plenamente.

“Os transtornos mentais surgem pela influência de múltiplos fatores sociais, genéticos, psicológicos e ambientais. As pressões socioeconômicas influenciam continuamente os riscos para a saúde mental individual e coletiva, seja por situação já colocada na vida do indivíduo, seja por fato fortuito. Além disso as questões psicológicas e de personalidade também tornam algumas pessoas mais susceptíveis aos desequilíbrios mentais. Por vezes fatores biológicos também contribuem para a desordem química das células cerebrais e aumentam a ocorrência da doença. Nesse sentido, os familiares precisam buscar ajuda e encaminhar a pessoa para o tratamento mais adequado”, afirmou a profissional ao Capital do Pantanal.

A psicóloga enfatiza que priorizar atitudes para aliviar o estresse é fundamental para tornar o cotidiano mais leve e promover o equilíbrio físico e mental. “É interessante buscar formas de aquietar a mente e relaxar alguns momentos durante o dia: atividades físicas prazerosas, meditação, alongamento e a leitura de um bom livro são excelentes alternativas para deixar a mente descansar. Dormir bem e se alimentar bem também são formas de manter a saúde mental, uma alimentação baseada mais nas necessidades do organismo do que no que os olhos podem evitar muitos fatores estressores”, orientou.

Hyngrid ainda salientou que passar mais tempo com os pais ou com os filhos é essencial para fortalecer os laços familiares. São atitudes simples, mas reciprocamente benéficas e importantes para aumentar a sensação de pertencimento social entre os envolvidos.

“Especialmente nesse período, onde o mundo ainda enfrenta uma pandemia que tem nos imposto o distanciamento social as relações tem se mostrado muito mais frágeis, fortalecer esses vínculos verdadeiros e mais significativos é acalentador nas duas direções”, comentou.

Mas ela lembra que essas sugestões não substituem a busca por um profissional psicólogo quando percebido que a saúde mental não está bem.

Fisioterapia contribui nos cuidados da Saúde Mental

São inúmeros os comprometimentos corporais provenientes dos transtornos mentais e dos tratamentos somáticos e a fisioterapia tem o potencial de intervir na busca do equilíbrio físico e mental através de terapias manuais específicas, de atividades que relacionam mente e corpo, de técnicas que ajudam na prevenção e correção postural.

De acordo com a fisioterapeuta Nilma Vieira de Arruda, especialista em ortopedia e traumatologia disse que existe uma via de mão dupla entre o corpo e o cérebro, este pode mandar mensagem para o corpo informando que algo não está bom emocionalmente e com isso gerar tensão muscular, alterações posturais, dor, etc. “Quando o corpo está mal, com dor, isso também vai estar interferindo emocionalmente, como se o emocional não estivesse bem também. Então a fisioterapia pode estar atuando nessas duas frentes, tanto no Sistema nervoso central como perifericamente no corpo”, afirmou.

Mas a profissional que também é especialista em acupuntura, RPG e pilates ressalta que a fisioterapia tem muitos recursos e potencial de intervir na busca do equilíbrio físico e mental dessas pessoas, utilizando terapias manuais específicas, atividades que relacionam mente e corpo, técnicas de prevenção e correção postural. “Uma dessas técnicas é o pilates, o método busquet (que são terapias manuais), o RPG que trabalha a recuperação da postura, o alongamento, e até terapias alternativas como a acupuntura”, explicou.

Um pouco sobre a Campanha

A campanha foi criada em 2014 em Minas Gerais por psicólogos brasileiros com o objetivo de abrir novas possibilidades para tratamentos nos aspectos emocionais e mentais da nossa vida, buscando sempre mais felicidade e qualidade de vida. O mês de janeiro foi escolhido, pois representa, simbólica e culturalmente, um mês de renovação de esperanças e projetos na vida das pessoas.

A campanha é dedicada a população de um modo geral. Quanto mais pessoas tiverem conhecimento, maior será o debate e desconstrução de ideias erradas sobre terapia e cuidados com a saúde mental.


Fisioterapeuta Nilma disse que existe técnicas para o equilíbrio físico e mental Foto: Arquivo Pessoal
 
Psicóloga ressalta que atitudes como dormir e se alimentar bem contribuem para o equilíbrio mental Foto: Arquivo Pessoal

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após 4 anos parada
Além de produzir energia, usina termelétrica reativada vai gerar empregos e ICMS
Investigação
Acusado ganhava confiança das vítimas para praticar crimes de estelionato
Tempo
Frio ganha força e aumenta chance de geada nesta quinta-feira
Agricultura
Colheita do milho deve sofrer queda de mais de 2 milhões de toneladas
Destaque
MS mantém liderança no ranking da OPAS como melhor Estado que vacina contra Covid-19 no país
Olímpiadas
Tóquio: seleção brasileira vence a Arábia Saudita e avança às quartas
Calendário
Comprovação para a primeira chamada do Prouni termina hoje
Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
28 de julho
Dia do Agricultor: data valoriza papel dos trabalhadores rurais na economia
Com restrições
Visitas presenciais são retomadas a partir de 1º de agosto nos presídios de MS

Mais Lidas

Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
Ilumina Pantanal
Projeto leva energia solar para sete municípios e mais de 2 mil famílias no Pantanal
340 vagas
Matrículas para cursos de línguas do IFMS começam nesta quarta (28)
Monitoramento
Ladário sai da bandeira vermelha e volta para laranja