Menu
sexta, 23 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Iunes nega doação de terreno para 'Casa da mulher brasileira'

O prefeito disse que não daria o terreno porque a obra seria mais um 'elefante branco'

10 março 2021 - 15h56Flavia Ibanez

Na semana da Mulher, a luta contra a violência doméstica, seja física ou emocional tem buscado respaldo jurídico e apoio das autoridades locais, a deputada federal Bia Cavassa conseguiu aproximadamente R$ 6 milhões através da Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

Apesar da conquista valiosa o prefeito Marcelo Iunes demonstrou total falta de interesse e até mesmo ignorância, ao afirmar em sessão solene da Câmara de Corumbá, que homenageava as mulheres , que não daria a contra partida do município porque considerava o projeto, “ um elefante branco”.

Ocorre que o recurso da ministra é destinado à criação da ‘Casa da mulher brasileira’, e a prefeitura só teria que doar um terreno, mas o prefeito ignorante ainda enfatizou que seria tão inútil como o hospital do câncer, o que chamou também de ‘elefante branco’, como se milhares de vidas não tivessem sido salvas graças ao setor especializado em quimioterapia.

Iunes foi infeliz no pronunciamento a tal ponto que até o deputado estadual Evander Vendramini (PP) fez duras críticas contra o chefe do executivo em suas redes sociais.

“ Nosso apoio tem que ser uma constante e não podemos recuar e jamais permitir que estruturas físicas e humanas sejam empecilho na defesa dessas pessoas vulneráveis. Em março de 2019 reunião na Câmara Municipal de Corumbá (matéria abaixo) demonstrou essa necessidade, eu e a Dep federal  Beatriz Cavassa buscamos minimizar esse sofrimento trabalhando junto dos poderes executivo das duas esferas o apoio e recursos para essa tão importante estrutura. Por determinação e empenho da Dep Bia Cavassa junto a Ministra Damares, conseguiu se os recursos para a tão sonhada Casa da Mulher Brasileira. Ouvir hoje que não necessitamos da Casa e que a Oncologia que tanta vidas tem salvado e tanto sofrimento atenuado é um elefante branco é muito triste. Levarei ao Governo o pedido para que assuma em nome do Estado o apoio as nossas mulheres e aos nossos doentes oncológicos da nossa Corumbá”.

Há um prazo estipulado para doação do terreno, caso Corumbá não cumpra, todo recurso vai para Ponta Porã. O prefeito também alegou que não tem recurso para esse fim, entretanto, se existe ação no Ministerio público investigando cargos de nepotismo cujo salários chegam a R$ 22 mil.

A Casa da Mulher Brasileira é um complexo multi disciplinar que visa garantir a integridade de mulheres vitimas de violência doméstica. No local há todo apoio psicológico e também delegacias, promotoria, brinquedoteca, alojamento, e alimentação para que estas se sintam protegidas e deixem os agressores. É a oportunidade de uma nova vida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Briga de Família
Idoso é socorrido com três perfurações de faca no abdômen
Crime Ambiental
Fazendeiro é multado em R$ 246 mil por incêndio em 821 hectares no Pantanal
Combate
Incêndio atinge 3 hectares de vegetação na área urbana de Corumbá
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde