Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Iunes fala sobre obras do Fonplata e concorrência no transporte intermunicipal

20 março 2018 - 08h04Sylma Lima
Marcelo disse que sua gestão quer fazer a diferença em Corumbá. Foto: Capital do Pantanal

Durante solenidade da elaboração do dossiê que o Iphan esta elaborando para tornar o banho de São João de Corumbá patrimônio cultural do Brasil, ocorrido no ultimo sábado,17, o prefeito Marcelo Iunes deu uma pausa e concedeu entrevista exclusiva ao Capital do Pantanal falando sobre obras emergenciais e recursos que serão liberados ainda este ano para licitar a ordem de serviço nos bairros mais críticos da cidade como o ‘fundão’ do Aeroporto, e o conjunto Padre Ernesto Sassida (Maria Leite). Além disto, Iunes adiantou que alguns projetos do Fonplata foram readequados a realidade do município e de quebra falou sobre a necessidade de um novo processo licitatório por parte do governo do estado para que mais empresas possam atuar na linha interestadual entre Corumbá e Campo Grande. Confiram a entrevista:

CDP: Muita coisa boa aconteceu na sua gestão, você se considera um prefeito de sorte?

Não, eu acho que é uma soma de fatores estar no lugar certo, na hora certa e saber dialogar, pois política se faz com diálogo. Felizmente, nós estamos conseguindo o que queremos, mas, esse progresso já vem de trabalhos feitos por varias gestões: Eder, Ruiter, Paulo e agora a minha. Então, não digo que estou fazendo tudo sozinho, tudo se constrói com soma de esforços. E esses gestores deram contribuições para que tudo que está acontecendo fosse desse jeito. Várias coisas que acontecerão em nossa cidade, são projetos que vieram de administrações passadas e estão sendo somados à nossa. O Fonplata, por exemplo, vem sendo discutido desde 2008 na gestão do saudoso Ruiter, passou pela Gestão do ex-prefeito Paulo que não conseguiu concretizar os projetos. E chegou na nossa gestão, que não tem medido esforços para tirar os projetos do papel. Apesar de todo trabalho das gestões anteriores,  tivemos que reestruturar os projetos, por uma questão de prioridade e de adequa-los  as principais demandas de nosso município. Por isso, começamos por onde mais precisa, que é o Conjunto Padre Ernesto Sassida, que necessita urgentemente de drenagem e pavimentação.

Isso já é do Fonplata?

É do Fonplata, mas enfatizando que são projetos nossos com ajuda do governador Reinaldo Azambuja, porque muita das contra partidas foi da época do PAC e algumas não foram aceitas.

Vocês tiveram que refazer  projetos?

Tive que refazer os projetos aonde foram necessários, e graças a Deus com apoio do governador Reinaldo Azambuja, nós conseguimos R$ 19,5 milhões. Sendo R$ 8,5milhões somente para pavimentar e efetuar a macro drenagem do conjunto Padre Sassida. Outro recurso foi da ordem de R$ 11 milhões para executar essas obras de recapeamento. Serão 102 quadras e isso proporcionou à prefeitura conseguir  liberação de R$ 60milhões do Fonplata aonde R$ 12,5milhões para o Bairro Ernesto Sassida, R$ 9 milhões para drenagem e recapeamento  além  da revitalização da Rua Porto Carreiro e a drenagem  e pavimentação das ruas do Cristo, do conjunto Vitória Régia e tod aquela área da parte alta da cidade.

Esse ano ainda?

Esse ano, já dei ordem de licitação. E ainda esse primeiro semestre, final de abril, comecinho de maio, vamos dar ordem de mais quatro licitações que é a entrada do município, o portal, a entrada do município duplicada e mais 98 quadras para ser recapeadas, conclusão do Parque linear dos Ipês,e todo entorno da ferrovia.

Prazo para conclusão?

Não, nem começou ainda e a pavimentação e drenagem daquele conjunto do bairro Aeroporto, vamos asfaltar todos. Gestão Marcelo Iunes, vou deixar bem claro que, temos o apoio de Reinaldo Azambuja e que se não fosse ele não estaria acontecendo tudo isso. Esse foi um projeto já meu de novembro e dezembro quando entramos numa contra partida  com a Caixa Econômica Federal e o Ministério da Cidade com o projeto “Avançar Cidade”. Vamos pavimentar, não recapear, pavimentar 60 a 100 ruas e 80 novas ruas de Corumbá vão ser drenadas e pavimentadas.

Isso tudo já é fruto de articulações de suas idas a Brasília?

É um compromisso nosso, essas idas e vindas a Brasília em busca de recursos, em conversas com o ministro das cidades, deputados federais, e vários parceiros, pessoas que tem o compromisso com corumbá. São R$ 105 milhões só de obra de estrutura, tirando convenio que o estado vai fazer com nós agora de R$ 11 milhões e para a reforma do Centro obstétrico, uma nova entrada do hospital, a parte toda burocrática,  mais 30 leitos e do lado do pronto socorro a tão sonhada modernização que virá para atender a necessidade do corumbaense. Nosso pronto socorro hoje é pequeno, você está sempre reformando, mas nunca vai deixar ele moderno. Isso é fruto do nosso trabalho e com certeza muitas coisas virão boas virão para Corumbá.

A polêmica da concessão do transporte intermunicipal esta em sua pauta de discussões?

Quando vereador também  sempre cobrei o fim do monopólios. Uma empresa só com transporte urbano e como também o transporte intermunicipal não é mais suficiente. A concorrência é importante  para a cidade e o  investir em ônibus novos também. Agora eu não posso também aceitar um serviço irregular. A Andorinha tem uma concessão, infelizmente o preço é alto. Que venha outra empresa pra concorrer, eu tenho certeza que viria com preços menores, mas, a Andorinha vai estar ali oferecendo um eficiente trabalho, o preço é maior, mas com qualidade de serviço. Não temos nada contra a Andorinha , mas precisamos ter novas concorrências e novas linhas do intermunicipal. Com certeza quem vai ganhar é a população.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bodoquena
Assentamento é multado em R$ 60 mil por incêndio no Pantanal
Ambiente Competitivo
MS é o quarto estado que mais dispensa alvarás e licenças; afirma Fecomércio
Sustentabilidade
MS vai ganhar uma nova usina de energia solar em 2022
Imunização
Mato Grosso do Sul recebe mais 85.240 doses de vacina contra a Covid-19
"Branca Pura"
Operação apreende 47 quilos de cocaína; carga é avaliada em R$ 650 mil
Campo Grande
Tesouro Nacional reprova administração do prefeito Marquinhos Trad e secretário
Saúde
Campanha alerta que família tem palavra final na doação de órgãos
Economia Nacional
Governo encaminha ao Congresso plano de redução de benefícios fiscais
Criminoso
Polícia investiga incêndio na ponte do Saran na Estrada Parque
Conscientização
Abertura da Semana Nacional de Trânsito acontece dia 18 em Corumbá

Mais Lidas

Sem Transparência
Contas da Santa Casa continuam na mira de investigação do legislativo
Mudança no Tempo
Vento forte derrubou duas árvores em Corumbá
Evento
17º Amistoso da Diversidade é neste sábado (18) no Centro América
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta quarta (15) em Corumbá