Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Indústria de MS deve crescer 6% este ano e 7,22% em 2019

15 maio 2018 - 09h22Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

A indústria de Mato Grosso do Sul deve crescer 6% este ano. Segundo projeção da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), o PIB Industrial em 2017 atingiu R$ 18,3 bilhões e para este ano deve chegar a R$ 19,4 bilhões, enquanto para 2019 o montante previsto é de R$ 20,8 bilhões. “A recessão ficou para trás”, afirma o presidente da Fiems, Sérgio Longen, apontando para as previsões de crescimento da produção e recuo da taxa de desemprego.

No País, segundo o IBGE, no mês de março houve recuo da produção industrial em oito de 15 regiões pesquisadas. O IBGE não tabula dados de MS e a atividade industrial no Estado é avaliada pelo Índice Geral de Desempenho Industrial medido pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (IGDI/Fiems)

Pelas projeções da Fiems, o PIB do Estado deve apresentar um crescimento nominal médio de 4,3% ao ano entre 2015 e 2019. Em 2017, o PIB do Estado chegou a R$ 93,2 bilhões e para este ano deve atingir R$ 97,5 bilhões, enquanto para o próximo ano a previsão é de que alcance R$ 102,5 bilhões.

A participação da indústria no PIB estadual é de 22% (R$ 16,4 bilhões). O comércio e setor de serviços respondem por 41% (R$ 30,7 bilhões). Até dezembro de 2017 o Estado tinha 6.032 estabelecimentos industriais. A previsão é que esse número chegue a 6.201, empregando 121.500 trabalhadores.

De acordo com a Fiems, considerando o período de 2015 a 2019, a indústria de Mato Grosso do Sul deve registrar crescimento nominal médio de 4,9% ao ano, favorecida principalmente pelas exportações. A projeção de receita com as exportações de produtos industrializados neste ano é de US$ 3,51 bilhões, um crescimento nominal estimado de 15%. Os produtos industriais têm grande peso na balança comercial, respondendo por 64% das exportações do Estado.

Índice de Desempenho

A indústria do Estado completou um ano com média de desempenho positiva. De março de 2017 a março de 2018, o IGDI/Fiems oscilou entre 51,2 pontos a 58,0 pontos, fechando o ano com média de 55,0 pontos.

O maior índice foi apurado em agosto de 2017 (58,0 pontos). No período de 12 meses imediatamente anterior, janeiro de 2016 a fevereiro de 2017, o setor industrial viveu a pior fase, com média negativa em 13 meses consecutivos. O IGDI/Fiems é um indicador síntese do comportamento da indústria, calculado a partir das pesquisas de confiança e sondagem industrial.

Empregos

A atividade industrial responde atualmente por 19,1% de todo emprego formal no Estado. De janeiro a março deste ano, a indústria abriu 970 postos de trabalho. No total, as empresas do setor empregam 120.976 trabalhadores. O salário médio nominal em 2018 é de R$ 2.292.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Azambuja cobra em Brasília reforço de vacinas para 13 municípios de fronteira
GERAL
Vereador pede flexibilização de medidas que restringe atividades de buffets e salões de festas
GERAL
Visitas em presídios de MS continuam suspensas até 26 de abril
ECONOMIA
Câmara aprova Projeto de Lei que institui REFIS para amenizar crise causada pela pandemia
PANDEMIA
Aprovada abertura de crédito adicional para custeio de 10 leitos para tratamento da Covid
GERAL
Calouros da UEMS serão recepcionados por meio de evento virtual
SAÚDE
Corumbá segue com vacinação Antirrábica
INFRAESTRUTURA
Pavimentação da Frei Mariano e recuperação da Pedro de Medeiros é solicitada na Câmara
INTERNACIONAL
Covid-19: variante britânica não causa doença mais grave, diz estudo

Mais Lidas

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Após briga, jovem é esfaqueado por padrasto no Centro América
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
POLICIAL
Casal é preso após briga no Loteamento Pantanal