Menu
quinta, 04 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Indústria aumenta consumo e MSGÁS bate 4º recorde de distribuição em menos de 6 meses

05 novembro 2016 - 10h11Redação

A MSGÁS (Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul) bateu no mês de outubro o 4º recorde de distribuição de gás natural, em menos de seis meses, com a marca de 390,51 mil m³/dia provenientes do segmento não térmico, que inclui indústria, comércio, residência e gás veicular. De acordo com a estatal, o maior responsável por esse volume continua sendo o setor industrial, que responde por 95% do consumo total do gás natural importado da Bolívia.

O diretor-presidente da MSGÁS, Rudel Trindade Júnior, reforça que a expectativa para os próximos anos é continuar crescendo e atingindo novos recordes. “Esses recordes que vêm sendo registrados mostram a estabilidade e a força econômica de Mato Grosso do Sul. Nesse cenário de instabilidade econômica, em que as estatísticas mostram redução de 25% do consumo de gás natural em várias regiões do País, o Estado evidencia-se de forma positiva. O gás natural é sem dúvida uma excelente escolha para geração de energia devido ao seu excelente custo/benefício e, especialmente na indústria, tem mostrado a que veio. Basta ver o crescimento de 40% no último ano”, comparou.

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, destaca que o gás natural está entre os principais diferenciais de Mato Grosso do Sul no fomento industrial. “O gás natural, com preço competitivo, contribui para o avanço do setor no Estado e a MSGÁS vem ajudando a construir uma indústria diferente, que usa um combustível energético adequado nas questões ambientais. A atual diretoria da estatal, comandada pelo presidente Rudel Trindade, tem feito a diferença ao anunciar investimentos e permitindo que as empresas, cada vez mais, possam buscar o gás natural como fonte energética”, declarou.

Para o diretor-comercial da MSGÁS, Roberto Henrique Moehlecke, a expectativa para os próximos anos é continuar avançando, especialmente, no setor comercial, pois o industrial já conhece as vantagens econômicas do uso do gás natural. “O comércio está tomando ciência de que o uso do gás é bastante vantajoso e eu acredito que, quando a economia voltar a crescer, nossa base de clientes estará bastante ampliada o que impactará positivamente no volume de distribuição”, falou.

Quebras de recordes

O primeiro recorde histórico de 2016 aconteceu no mês de junho, quando a Companhia atingiu a marca de 342,71 mil m³/dia, seguido pelo mês de julho, com volume de 345,53 mil m³/dia, mês de agosto, com 361,01 mil m³/dia, e, finalmente, outubro, com os 390,51 mil m³/dia. O relatório de desempenho também apontou a evolução do segmento no período de 10 meses (janeiro a dezembro).

Comparado com o mesmo período em 2015, atualmente o segmento industrial teve um aumento de 40% na distribuição, o que pode ser explicado pela entrada de grandes clientes do segmento, como a ADM e a Eldorado. Já o segmento comercial teve um incremento de 29% e o residencial de 35% também devido ao número de novos clientes, o que totaliza um crescimento de 36% em 2016.

Segundo o gerente-comercial da MSGÁS, Luiz Antônio Duarte, os recordes sucessivos devem-se especialmente a expansão da rede de distribuição. “Tivemos um incremento expressivo no último ano, no período de outubro de 2015 a outubro de 2016 passamos de 4.001 para 5.014 clientes, e esse aumento vem se refletindo no nosso volume de distribuição”, explicou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM COVID
O mês começa com média de 6 mortes por Covid a cada 24 horas
SAÚDE
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
GERAL
Ministério Público denuncia servidores de Ladário por corrupção passiva
GERAL
Bombeiros continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás
CONSUMIDOR
Vereador pede relatório ao Procon sobre processos, multas e empresas penalizadas em 2020
ESPORTE
Fluminense estreia no Carioca de olho na final da Copa do Brasil
ECONOMIA
Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício
OPORTUNIDADE
Máscara + Renda já beneficiou mais de 1.900 costureiras em todas as regiões do país
RECONHECIMENTO
Câmara vai prestar homenagem às corumbaenses pelo Dia Internacional da Mulher
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa mulher ferida no Maria Leite

Mais Lidas

GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
ABANDONO
Ladário sofre com descaso e abandono das autoridades municipais
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
GERAL
Reinaldo Azambuja autoriza concurso público com 250 vagas para Polícia Civil