Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Andorinha Abril
Andorinha Abril
Geral

Índice de infestação do Aedes atinge 1,90% em Corumbá, aponta LIRAa

04 novembro 2016 - 09h26Redação
Índice está acima do aceitável pela Organização Mundial de Saúde de 1%. Foto: Divulgação

Corumbá está com índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti de 1,90%, acima do aceitável pela Organização Mundial de Saúde que é de até 1%. Foi o que apontou o último Levantamento do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), realizado no período de 24 e 27 de outubro em 19 bairros da cidade, além da área central que é dividida em duas regiões.

O resultado foi incorporado ao LIRAa Nacional juntamente com os de outras cidades brasileiras que realizam esse trabalho para levantar o índice de infestação do Aedes aegypti, transmissor da zika vírus, febre chikungunya, dengue (1, 2, 3 e 4), além da febre amarela. 

O levantamento foi feito pelos agentes de endemias que trabalham na rotina de visita conforme o Programa Nacional de Controle da Dengue e Febre Amarela, acompanhados pelos cinco supervisores de área, respeitando a regra de sorteio dos imóveis previsto no programa do Ministério da Saúde.

O LIRAa apontou ainda que 62,86% dos focos do Aedes foram encontrados em depósitos de água localizados ao nível de solo, 20% em pequenos depósitos móveis e 14,29 depósitos fixos.

O bairro com maior incidência de infestação foi o Previsul com 6,25% (100% em depósito de água a nível de solo), seguido da Popular Velha com 5,95% (100% em depósito de água nível de solo); Maria Leite com 4,27% (60% em depósito de água nível de solo, 20% em pequenos depósitos móveis e 20% em depósitos fixos)

Outros bairros com índices acima do aceitável são o Centro América com 3,77% (66,67% em depósito de água nível de solo, 33,33% em pequenos depósitos móveis); Universitário com 3,45% (50% em pequenos depósitos móveis, e 50% lixo); Nossa Senhora de Fátima com 2,86% (100% em depósito de água nível de solo).

Foram encontrados focos também no Guató, 2,67% (50% em depósito de água nível de solo, 25% em pequenos depósitos móveis e 25% em depósitos fixos); Cristo Redentor com 2,15% (50% em depósito de água nível de solo, 50% em pequenos depósitos móveis); Nova Corumbá com 1,75% (100% em depósito de água nível de solo).

O Jardim dos Estados está com 1,33% (100% em depósito de água nível de solo); Popular Nova com 1,32% (100% em depósito de água nível de solo); Centro II com 1,29% (50% em depósito de água nível de solo, e 50% em pequenos depósitos móveis).

Já o Aeroporto está com 0,83%, abaixo do aceitável (100% em pequenos depósitos), assim como o Centro I que ficou com 0,53%, sendo 100% em depósitos fixos). Nos bairros Generoso, Beira Rio, Industrial, Dom Bosco, Arthur Marinho, Cervejaria e Guarani não foram encontrados focos do mosquito.

Quinto ciclo

Este foi o quinto ciclo do LIRAa realizado em Corumbá. O índice registrado agora ficou abaixo do levantamento realizado no final de agosto que apontou infestação de 2,10% da cidade. Na época, o bairro com maior incidência foi o Guató com 8,75%, seguido do Jardim dos Estados com 4,17%, Previsul com 4,00%, Popular Velha com 3,57%, Aeroporto com  3,53%, Cristo Redentor  com 2,59%, Centro América com 2,56%, Nova Corumbá com 2,56, Centro II com 1,76 % e Popular Nova com 1,43%.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Coudet salva campeonato do Celta de Vigo e ganha destaque como treinador
JUSTIÇA
181 é ferramenta para denuncia anônima em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Reforma de escolas municipais é solicitada por vereador durante sessão da Câmara
ESPORTE
Vereador sugere transformar o Marina Gattass em espaço para esportes radicais
LÍNGUA DE SINAIS
Projeto de Lei obriga instituições a disponibilizar intérpretes de Libras na cidade
ECONOMIA
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto
COVID-19
Polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina
CIDADE
Prefeito decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Dom Martinez
POLICIAL
PM de Corumbá prende foragido da justiça e apreende arma branca
POLICIAL
Homem é preso por porte de drogas no bairro Popular Nova

Mais Lidas

POLÍTICA
Câmara aprova projeto de lei que torna escolas serviços essenciais
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
GERAL
Vereador solicita recuperação da 21 de Setembro, após intervenções da Sanesul
SEGURANÇA
Tiradentes: no dia do patrono das polícias, Governo destaca investimentos na segurança