Menu
sábado, 17 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

IFMS abre 120 vagas em cursos superiores pelo Sisu

11 junho 2018 - 13h40Assessoria de Comunicação Social do IFMS

Há vagas para os cursos superiores de tecnologia em Sistemas para Internet, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Gestão do Agronegócio, para ingresso no segundo semestre

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou o edital que oferta 120 vagas em cursos superiores de tecnologia, para ingresso no segundo semestre. As opções são Sistemas para Internet, em Campo Grande, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Corumbá, e Gestão do Agronegócio, em Ponta Porã.

O edital nº 042/2018, com as regras e o cronograma da seleção, está publicado na Central de Seleção do IFMS, no endereço www.ifms.edu.br/centraldeselecao.

A seleção será feita pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017, que tenham obtido nota maior que zero na redação e nas áreas do conhecimento.

Inscrições - Devem ser feitas de terça a sexta-feira, 12 a 15 de junho, na página do Sisu: www.sisu.mec.gov.br. Para se inscrever, o candidato deverá informar o número de inscrição e a senha do Enem 2017.

A convocação em primeira chamada deverá ser publicada no dia 18 de junho.

As matrículas deverão ser feitas de 22 a 28 de junho, na Central de Relacionamento (Cerel) do campus do IFMS para o qual o candidato se inscreveu.

Ações Afirmativas – Metade das vagas ofertadas é reservada aos cotistas, candidatos que cursaram todo o ensino médio na rede pública. Desse total, há cotas aos que comprovarem renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, aos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas, e a pessoas com deficiência.

O IFMS também possui uma ação afirmativa de caráter local. Os candidatos inscritos na ampla concorrência poderão ter um bônus de 20% sobre a nota do Enem.

Nesse caso, o candidato deve residir e ser domiciliado na área de abrangência do campus onde concorre à vaga.

Tanto a opção de cotista como de beneficiário do bônus local deve ser feita no ato da inscrição.

Lista de espera - Os candidatos que não forem convocados na primeira chamada poderão manifestar interesse pela vaga na lista de espera, no período de 22 a 27 de junho, na página do Sisu.

A partir da lista de espera, e se houver vagas disponíveis, serão realizadas duas novas convocações.

 

Caso ainda haja vagas após as três primeiras chamadas, o edital do IFMS prevê a abertura de vagas remanescentes para candidatos que tenham participado das edições 2017, 2016 ou 2015 do Enem. A seleção e classificação serão feitas pela maior nota obtida em uma dessas três edições.

A diretora de Graduação do IFMS, Giane Silva, explica quais os benefícios de reunir todas as possibilidades de ingresso no mesmo edital. "Acreditamos que isso irá otimizar o preenchimento das vagas no ensino superior, uma vez que não será preciso lançar outros editais para novas chamadas. Ao agilizarmos o processo, evitamos o prejuízo pedagógico de se ingressar no curso após o início das aulas".

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no próprio site
GERAL
Deputada visita Hemonúcleo de Corumbá e constata caos
GERAL
Salão de Beleza em Ladário pega fogo
COVID-19
Corumbá destaca-se em número de altas a pacientes com Covid
GERAL
Cassems realiza Assembleia Geral Ordinária para prestação de contas no dia 22
GERAL
UFGD e Prefeitura de Ladário querem ampliar projetos na Base Baía Nega
ACESSIBILIDADE
Projeto de Lei obriga símbolo do TEA em placas de atendimento prioritário
GERAL
Prazo para preenchimento do PGDI começa nesta quinta-feira
DIREITOS HUMANOS
Agressões contra crianças aumentaram na pandemia, diz especialista
GERAL
Projeto de Lei prevê publicação de lista de espera de procedimentos médicos na internet

Mais Lidas

COVID-19
Corumbá destaca-se em número de altas a pacientes com Covid
GERAL
Salão de Beleza em Ladário pega fogo
OPERAÇÃO
Polícia Federal investiga fraude em Concurso Público
GERAL
Deputada visita Hemonúcleo de Corumbá e constata caos