Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Homem é vítima de roubo de caminhão e sequestro na Estrada do Taquaral

O casal anunciou o assalto e empurraram a vítima para fora do caminhão, momento em que foi agredido e teve a arma apontada para sua cabeça

17 dezembro 2020 - 17h25Mariana Conte

Um homem de 58 anos foi vítima de roubo e sequestro nesta quinta-feira 17 de dezembro, por volta das 12h30 na Estrada do Taquaral, no bairro Nabileque. Ele relatou a Polícia Militar de Corumbá que estava no Estado de São Paulo, quando foi contratado para fazer um frete (mudança) da cidade de Corumbá até Umuarama - Paraná.

Ao chegar em Corumbá, conforme combinado, a vítima parou no antigo posto faroeste (posto abandonado) e aguardou. Pouco tempo depois foi abordado por um homem de 43 anos  e uma mulher de 51 anos, os quais disseram que estavam ali para ajudá-lo na mudança e iriam leva-lo até o local, que era numa estrada rural. Então, ambos acompanharam a vítima e em determinado momento no meio da estrada rural pediram para parar o caminhão, pois haviam chegado. Todavia, a vítima desconfiou que iria ser roubado.

 Neste momento, ao parar o caminhão, saiu do matagal um terceiro indivíduo, de 21 anos (posteriormente identificado como Abelhinha), em posse de uma arma de fogo. Em ato contínuo o casal anunciou o assalto e empurraram a vítima para fora do caminhão, momento em que foi agredido e teve a arma apontada para sua cabeça. Posteriormente os autores amarraram a vítima com um cadarço de tênis e determinaram para que ele ficasse ali por, pelo menos, 1 hora, senão o matariam.

Após certo tempo a vítima conseguiu escapar e pediu ajuda. A Polícia Militar depois de tomar ciência dos fatos, deslocou-se até a a´rea rural, pelo caminho que dá acesso à Bolívia, para tentar localizar o caminhão.

Quando os policiais passaram em frente ao lote 184 foi possível ver o caminhão roubado parado dentro dessa propriedade. Por conseguinte, os policiais entraram e abordaram dentro do imóvel o homem de 43 anos. Ao ser questionado sobre o caminhão, este confessou que era produto de crime e que estava ocultando-o para posteriormente vender na Bolívia, que ainda não havia feito isso porque estava aguardando ordem de um tal de Davi, o qual estava preso.

Questionado sobre os fatos do crime, o autor disse que também ajudou no roubo e que era ele que estava na companhia da mulher quando a vítima chegou na cidade de Corumbá.

Foi relatado aos policiais também que o homem de 21 naos estava envolvido no crime, mas que apenas forneceu a arma e uma moto para que o crime ocorresse, o mesmo que tentou extorquir a vítima pelo celular.

Enquanto os policiais conversavam com o suspeito de 43 anos, este recebeu uma ligação do autor de 21 anos. Como a ligação estava no "viva-voz" foi possível ouvir o mesmo questionar sobre a demora de vender logo o caminhão. O autor de 43 relatou que o de 21 anos trabalha em um mercado, mas que na verdade ele entrega drogas para outras pessoas venderem.

Depois de averiguar o local de trabalho do autor de 21 anos, o mesmo fora localizado e foi solicitado que uma outra viatura deslocasse até o local e o encaminhasse até a delegacia para esclarecimentos dos fatos junto à autoridade policial enquanto a guarnição da Força Tática fazia diligências para localizar os demais criminosos.

Com o apoio foram até um beco que fica entre as Ruas Delamare e Treze de Junho, local já conhecido em meio policial como ponto de venda de drogas. Abordaram uma mulher com as características que a vítima e o autor haviam repassado (magra, morena, faltava um dente na frente). No momento em que foi abordada a autora estava na posse de alguns entorpecentes (maconha, pasta base e cocaína). Sobre aquela droga, ela disse que havia recebido de um rapaz, sendo este o mesmo que havia tentado a extorsão para que vendesse.

Sobre os fatos do roubo do caminhão a mesma negou qualquer envolvimento. Todavia, foi tirada uma foto da mesma e mandada para uma outra equipe, a qual estava junto com a vítima. Ao ver a foto a vítima, prontamente e sem dúvidas, reconheceu a suspeita como a mulher que participou do roubo.

O autor de 43 anos afirmou categoricamente que era ela mesma a sua comparsa. Depois de confrontada com as informações de reconhecimento, a mulher acabou confessando o crime e reafirmando todos os fatos já mencionados. Portanto, todas as partes, assim como o caminhão foram encaminhados até a primeira delegacia de polícia civil de Corumbá e apresentados à autoridade policial para que se tome as providências legais pertinentes ao caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor