Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

Governo do Estado levou acesso à saúde para dentro das aldeias de MS

18 abril 2019 - 09h21Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

A saúde é um dos alicerces do bem estar de qualquer ser humano, podendo até ser considerado o principal. Sem ela não há trabalho, educação, ou seja, dignidade. Um Estado que garante o acesso à esse serviço fundamental, demonstra o quanto se preocupa com a população. Foi com este propósito que o Governo de Mato Grosso do Sul colocou em prática criou o programa “A Saúde Mais Perto de Você Indígena”.

Nos moldes do programa que atendeu milhares de pessoas em todo o Estado, a caravana nas aldeias chegou onde muitos aguardavam anos para atendimento médico. Miranda, Aquidauana e Amambai receberam médicos ginecologistas, dermatologistas, cardiologistas e mais 14 especialidades que realizaram mais de 16.700 procedimentos.

“A Caravana da Saúde para a população indígena deu um olhar diferenciado para nós índios”, avaliou Silvana Terena, subsecretaria estadual de Políticas Públicas para a População Indígena.

   O projeto aconteceu em três etapas. Em novembro de 2017, Miranda recebeu o programa com todo aparato para a realização de consultas, exames, orientações como higiene bucal. Somente nesta etapa foram 3.026 procedimentos, 650 consultas, 2.376 exames e 25 cirurgias gerais.

Na ocasião, o governador Reinaldo Azambuja ressaltou a importância das parcerias que deram musculatura ao projeto, podendo desta forma alcançar a os povos nativos.  “Foram feitas 50 mamografias, e dessas 30 das mulheres foi a primeira vez que fizeram esse exame. E a gente sabe que o diagnóstico precoce aumenta em 100% as chances de cura do câncer”, afirmou em visita ao evento de Miranda.

Parcerias como foi selada com a Universidade de Mato Grosso do Sul (UFMS). A instituição participou do programa com dois contêineres onde foram prestados atendimentos nas áreas de oftalmologia e odontologia. Marcelo Turine, reitor da universidade disse que o projeto também beneficiou os acadêmicos do curso de medicina que prestaram atendimento nas aldeias. “ É uma ação inédita para a educação e a ciência, importante para a formação dos nossos alunos com essa vivência prática”, ressaltou.

Em Aquidauana, abril de 2018, 6.410 procedimentos,  1.061 consultas, 763 exames, além de atendimento de cidadania, como emissão de documentos e outros, que somaram 1.889. E Amambai, registrou 7.353 procedimentos, 2.348 serviços burocráticos, 2.267 consultas e 401 exames.

A Caravana da Saúde realizada em aldeias é considerada a maior ação de Governo voltada aos povos indígenas e contou também com a parceria das prefeituras e os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI).

Avanço na prevenção da saúde feminina

Com a presença de várias instituições, programa uniu forças para levar atendimento onde não chegava e realizar procedimentos que antes não tinham aceitação nas aldeias. Foto: Portal Governo MS.

Silvana Terena frisou que a adesão das mulheres indígenas foi extremamente importante. Na cultura dos nativos, a mulher tem uma postura mais reservada. “Muitas não chegam nunca próximo à um médico. É cultural, foi mais uma ação que rompeu barreiras”, completou.  

Além de consultas de variadas especialidades, foram realizados exames eletrocardiograma, eletroencefalograma, PSA (câncer de próstata), preventivo (papanicolau), mamografia, ultrassonografia, câncer de pele e prevenção ao câncer bucal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apropriação
Líder comunitário desmente apoio de prefeito na obra da estrada do Porto Esperança
9 de agosto
Evento virtual do IFMS abordará o Dia dos Povos Indígenas
3ª edição
Neste sábado tem Feira Segura com produtores de assentamentos
Incentivo
Pista de skate do Poli pode ganhar reforma após destaque do esporte nas Olímpiadas
Legislativo
Recuperação asfáltica e fornecimento de água no São Gabriel são pautas na Câmara Municipal
Volta às Aulas
Legislativo investiga qualidade da merenda nas escolas do município
Vacinação
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina
Força Tarefa
Detran-MS abre mais de 200 vagas para exames teóricos em Corumbá
Dia Nacional da Saúde
Estado apresenta balanço positivo nos investimentos em hospitais e combate à pandemia
Na madrugada
Rapaz não resiste a facadas e morre no Pronto Socorro

Mais Lidas

Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia