Menu
quinta, 21 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Governo do Estado injeta mais de R$ 5 milhões na economia de MS com pagamento de benefícios sociais

17 agosto 2021 - 08h43Portal do Governo de MS

Beneficiários do Programa Mais Social já podem utilizar o benefício a partir desta terça-feira (17). O crédito de R$ 200,00 nos cartões já está liberado e pode ser usado na compra de alimentos e itens de higiene pessoal. Entre o Mais Social e ainda beneficiários em fase de transição do antigo Programa Vale Renda, o Governo do Estado injeta mais de R$ 5 milhões na economia de Mato Grosso do Sul. 

A liberação do crédito para os primeiros 10 mil beneficiários do Programa Mais Social é um passo importante para a totalidade do programa, conforme a secretária da Sedhast, Elisa Cleia Nobre. “É um passo importante e muito significativo. Estamos avançando e principalmente dando segurança para as famílias em vulnerabilidade social de nosso estado. Todos os dias as equipes do Mais Social estão realizando visitas domiciliares, conferindo dados para que cheguemos, o mais rápido possível, na totalidade de atendimentos. Zelo com os recursos públicos e responsabilidade com quem precisa marcam o nosso trabalho diário”, explica a secretária. 

As visitas domiciliares são outra ponta do processo que envolve um grande número de profissionais, nos 79 municípios de MS. Cada visita é mapeada e os documentos necessários conferidos com clareza para que os recursos públicos investidos cheguem realmente nas mãos de quem precisa. A estimativa é que mais de R$ 240 milhões por ano sejam investidos pelo Governo do Estado no Mais Social. 

O Mais Social é de caráter permanente e tem um diferencial de não expirar após o fim da pandemia. O programa do Governo do Estado é gerido pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast). 

Mais Social 

O Mais Social é um auxílio pensado pela equipe do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa vai pagar R$ 200 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo. As 100 mil famílias beneficiárias do Mais Social estão sendo extraídas conforme dados disponibilizados pelo CadÚnico. Conforme a regulamentação do programa, será concedido um benefício por família. 

Equipes da Sedhast estão realizando o contato com os beneficiários, portanto é necessário aguardar a visita desses grupos de trabalho que estarão devidamente identificados e respeitando as normas de biossegurança adequadas ao atual momento de pandemia. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos