Menu
terça, 27 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Governador veta projeto de lei do deputado Pedro Kemp

09 janeiro 2019 - 14h44Sylma Lima

O governador Reinaldo Azambuja ( PSDB) vetou parcialmente o projeto de lei do deputado estadual Pedro Kemp ( PT) sobre a obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacinação no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

Nas razões do veto, Reinaldo argumenta que o projeto de lei é inconstitucional ao criar uma obrigação não prevista em leis nacionais sobre o tema. O projeto de lei de Kemp criaria uma a obrigação de criança de até 7 anos de idade apresentar carteira de vacinação para poder obter o Registro Geral de Identidade ( RG)

Diz Reinaldo ainda que há vício formal por ofensa ao “art. 22, XXV, da Constituição Federal, o qual estabelece competência privativa da união para legislar sobre registros públicos, matéria que abarca a expedição de Carteiras de Identidade (Registro Geral)”. E ainda que a “ União regulamentou o tema por intermédio da Lei ‘Federal nº 7.116, de 29 de agosto de 1983, a qual dispõe em seu artigo 2º, que para a expedição da Carteira de Identidade de que trata esta Lei não será exigida do interessado a apresentação de qualquer outro documento, além da certidão de nascimento ou de casamento’”.

Assim sendo o projeto de lei foi vetado pois, segundo Reinaldo, “ resta claro que a proposição ofende não só a competência da União para legislar sobre o tema, como impõe aos cidadãos obrigação diversa do estatuído em Lei Federal. Registra-se, portanto, que a Proposta de Lei em tela deve ser vetada, parcialmente, em relação ao inciso I do art. 1º por contrariar o art. 22, inciso XXV, da Constituição Federal.

A lei sobre o tema acabou sendo publicada sob nº 5.320 de 08/01/2018 da seguinte forma:

“ LEI Nº 5.320, DE 8 DE JANEIRO DE 2019. Dispõe sobre a obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacinação no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º É obrigatória, em todo o território estadual, a apresentação da Carteira de Vacinação nos procedimentos abaixo mencionados: I - (VETADO); II - inscrição em programas sociais de apoio à família e à infância executados pelo Governo Estadual; III - matrículas nas escolas que integram o Sistema Estadual de Ensino, na forma da Lei Estadual nº 3.924, de 30 de junho de 2010. Art. 2º A não observância desta Lei sujeitará aos gestores responsáveis as medidas disciplinares cabíveis. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação. Campo Grande, 8 de janeiro de 2019.

REINALDO AZAMBUJA SILVA

Governador do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Corumbá
Receita Federal publica Edital para leilão de 82 lotes
Município
Primeira parcela do IPTU 2021 vence nesta sexta-feira; pagamento à vista vai até 10 de agosto
Distribuição
Corumbá e Ladário recebem novas doses da vacina contra Covid
Novo Parceiro
Santhiago forma nova dupla e retorna para música
Olimpíadas 2021
Da tampa de isopor ao ouro olímpico, a longa jornada de Ítalo Ferreira
Ação Social
Famílias ribeirinhas recebem cestas básicas e cobertores
Financiamento Estudantil
Fies abre inscrições nesta terça-feira (27)
Agressão
Homem é preso após arremessar cadeira contra esposa
Nova Remessa
Mais de 110 mil doses de vacina contra Covid chegam esta semana em MS
Em redução
Julho segue com a menor média de casos de Covid no ano em MS

Mais Lidas

Pedrada
Briga de família termina com mãe ferida e filho preso
Última semana
Julho termina com intensa massa de ar polar; saiba quais serão os dias mais frios no Estado
Oportunidade
Inscrições para estágio na Justiça Federal terminam nesta terça (27)
Tráfico de Drogas
Mala com 14 quilos de pasta base é encontrada na rodoviária de Corumbá