Menu
quinta, 21 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Governador assina ordem para construção da estrada em Porto Esperança

11 agosto 2021 - 08h03Redação

A obra que vai tirar a comunidade de Porto Esperança, localizada a 80 quillômetros de Corumbá, foi autoririzada pelo Governador Reinaldo Azambuja, que visitou a comunidade e assinou o a ordem de serviço imediata nesta terça-feira (10). A estrada de apenas 11,2 km vai ligar o distrito de Porto Esperança à BR-262, beneficiando uma comunidade tradicional e uma região de grande potencial turístico e histórico. A construção da via vai custar R$ 20,7 milhões aos cofres do governo, porém terá um valor imensurável para quem vive em Porto Esperança.  

Com a ordem de serviço assinada, o início da implantação da via é imediato. Em ato realizado no distrito, o governador recordou que recebera uma carta do antigo morador José Domingos Benites expressando o sentimento de tristeza e indignação de toda a comunidade pela falta de um acesso por terra à rodovia e à água potável. 

Azambuja lembrou que tudo teve inicio com o recebimento de uma carta escrita por José Domingos, morador de Porto Esperança.José Domingos é um morador antigo e um dos líderes da comunidade de Porto Esperança. Foto: Chico Ribeiro, Governo MS

“Confesso que essa carta me tocou muito”, disse Reinaldo Azambuja. “Decidi pegar um barco, com mais dois amigos, e viemos da ponte sobre o Rio Paraguai até Porto Esperança, conversamos com moradores e ouvimos seus relatos sobre o isolamento e a dificuldade da água. Não conseguia entender como uma comunidade de 100 anos não tem acesso a benefícios básicos”, prosseguiu. 

Moradores: gratidão eterna 

A partir daquele momento, segundo o governador, a decisão foi tomada: ordenou à Sanesul o projeto de implantação de uma Estação de Tratamento de Água e rede de distribuição para as 130 famílias que ainda resistem em Porto Esperança, obras também entregue à comunidade. Posteriormente, Reinaldo Azambuja definiu com a Agesul a implantação da estrada. 

 “Sinto-me muito feliz por trazer esses benefícios aos moradores e observar a alegria das pessoas por ter uma água tratada e, enfim, chegar a uma rodovia tão perto, quando o rio era o único meio de transporte para chegar à cidade depois que o Trem do Pantanal foi desativado”, acentuou Reinaldo Azambuja, emocionado com a receptividade dos ribeirinhos. 

Autor da carta, o “brasiguaio” Mingo, 55, um dos líderes comunitários do distrito, reafirmou em seu discurso o desejo de sua gente em ganhar nova visibilidade e qualidade de vida, perdidas com o fim do trem. “Este é um momento que jamais será esquecido, graças ao bom Deus e ao nosso governador. Falo de coração aberto, estamos eternamente gratos ao Reinaldo Azambuja”, falou. 

Mingo, como os demais moradores, viu sua vida “virar do avesso”, como diz, depois que o Trem do Pantanal deixou de circular, em meados dos anos de 1990. Acabou o movimento na estação inaugurada em 1912, o pequeno comércio sucumbiu e com ele os empregos. O distrito perdeu mais de 70% de sua população, que hoje vive da pesca. “Estamos renascendo”, define ele, há 40 anos no lugar. 

A estação de tratamento já é uma realidade em Porto Esperança.Escreva a legenda aqui

Mais turista e prosperidade 

A implantação da estrada é o resgate de Porto Esperança, enfatizou o governador Reinaldo Azambuja, citando a dificuldades de acessibilidade do povoado nos tempos atuais. Segundo a presidente da associação de moradores, Natalina Mendes, que se emocionou ao receber o governador, uma viagem a Corumbá custa em média R$ 300,00, incluindo barco e ônibus. 

“O senhor (governador) está trazendo prosperidade para nossa comunidade, uma maneira ilustre da gente viver a vida”, disse Natalina. Moradores mais antigos, Jorgina Guató e Sérgio Matos, ambos com 70 anos, já sonham em ampliar a pequena pousada da família na beira do Rio Paraguai, “Agora vai melhorar, a estrada vai trazer o turista e prosperidade”, aposta Jorgina. 

A estrada de revestimento primário a ser implantada terá um novo traçado em relação a um acesso aberto pelos próprios moradores, próximo ao rio, intransitável quando ocorre cheia no Pantanal. O governador pediu aos empreiteiros que antecipem o prazo de conclusão, de um ano. “O dinheiro está na conta”, avisou. O projeto inclui duas pontes de concreto. 

Presente ao ato, o secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, também assinou a ordem de serviço da obra da estrada. Participaram ainda da cerimônia a deputada federal Bia Cavassa; o deputado estadual Vander Vendramini; prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes; Walter Carneiro Junior, diretor-presidente da Sanesul: e vereadores de Corumbá. 

 

Com informações do Portal do Governo de MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Região Central
PM prender autor de furto e recupera objetos
Outubro Rosa
Bia Cavassa faz doação em apoio a campanha Lenço Solidário
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
11.817 mil testes analisados
Estudo da Janssen na região de fronteira mostra eficácia de 50% da vacina e redução de 90% em óbitos
Oportunidade
Inscrições abertas para concurso público de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil
Agenda Política
Presidente Regional do Democracia Cristã visita cidades do interior de MS
Retomada da Economia
Setor de bares e restaurantes aumenta as contratações e retoma movimento
246 quilos de cocaína
Dracco assume investigação da queda do helicóptero do tráfico em Ponta Porã
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Imunização
Veja quem pode se vacinar contra Covid em Corumbá nesta quinta e sexta

Mais Lidas

Qualificação
Ministério da Educação anuncia formação para professores da educação infantil
Previsão Meteorológica
Tempo fica firme, mas nova frente fria promete mais chuva para o final de semana
Acidente de Trânsito
Mulher sofre fratura na perna em queda acidental de moto
Destaque
Vereador pede fim do toque de recolher e do uso de máscara em ambientes abertos