Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Maio
Geral

França detecta 1º caso da nova variante de Covid-19

A nova cepa foi detectada em um francês residente no Reino Unido que está assintomático e em quarentena

26 dezembro 2020 - 09h09G1

O primeiro caso da nova variante da Covid-19 que surgiu no Reino Unido foi detectado na sexta-feira (25), na cidade de Tours, centro da França, anunciou o Ministério da Saúde francês.

 

A nova cepa foi detectada em um francês residente no Reino Unido que está assintomático e em quarentena.

 

Após ter chegado "de Londres em 19 de dezembro (...), recebeu atendimento médico em um hospital e no dia 21 testou positivo", disse o governo, assegurando que se trata do "primeiro contagiado pela variante VOC 202012/01", em território francês.

 

França recebe primeiras doses

 

Já neste sábado (26), a França recebeu as primeiras doses da vacina contra a Covid-19, desenvolvida pelos laboratórios americano Pfizer e o alemão BioNTech. Os frascos foram entregues à farmácia central da organização dos Hospitais de Paris.

 

Como em outros países da União Europeia (UE), a vacinação começará no domingo (27) na França, onde mais de 62.000 pessoas morreram vítimas da Covid-19.

 

As primeiras injeções acontecerão em duas casas de repouso, em Sevran, perto de Paris, e em Dijon, na região leste do país.

 

Quase 19.500 doses da vacina foram transportadas a bordo de um caminhão frigorífico que percorreu o trajeto a partir da fábrica da Pfizer em Puurs, na Bélgica, afirmou a agência de notícias France Presse.

 

Já a Itália recebeu as primeiras doses na sexta (25). 

 

6 vacinas contratadas

 

A vacina da Pfizer e BioNTech é apenas uma da seis que já foram contratadas pela União Europeia. “No total, compramos doses mais do que suficientes para todos na Europa", disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, no dia 17 dezembro.

 

Além da Pfizer, o bloco comprou os imunizantes da AstraZeneca, CureVac, Johnson & Johnson, Moderna e Sanofi-GlaxoSmithKline.

 

Se todas essas vacinas forem aprovadas, os 27 países – que somam cerca de 450 milhões de habitantes – terão, ao todo, dois bilhões de doses.

Médicos usam equipamentos de proteção para atender paciente em UTI em Marselha, na França, em foto de 8 de setembro. — Foto: Eric Gaillard/Reuters

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia
Calendário
Pré-selecionados do Fies têm até sexta-feira para complementar inscrição
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Destaque Nacional
MS atinge 80% da população adulta vacinada
Assistência Social
Povo das águas encerra com 180 famílias atendidas do Taquari
Melhorias
Vereador solicita pavimentação da Rua Edu Rocha, no Guaicurus
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
Olímpiadas
Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil no encerramento
Calendário
Inscrições para o Incentiva+MS Turismo termina neste fim de semana

Mais Lidas

Como fica?
Universidades de MS devem manter aulas presenciais suspensas até o fim do ano
De volta!
Câmara de Corumbá adota medidas mais flexíveis e retoma atendimento presencial
Arte Popular
Jardim do Artesanato expõe e comercializa trabalhos de artesões da cidade
Fiscalização
Vereador solicita inclusão de Corumbá na CPI da Energisa na Assembleia