Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Fim de semana será seco e acende alerta para cuidados com a saúde

17 agosto 2019 - 13h04Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

A ausência de chuva no Estado, associada as altas temperaturas, tem deixado os índices de umidade do ar em níveis críticos. De acordo com a Coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), Franciane Rodrigues, esse é um dos maiores períodos de estiagem dos últimos dez anos.

“Conforme análise de dados do Cemtec, dos anos 2008 a 2018, a média de estiagem no período de inverno em Mato Grosso do Sul varia entre 20 a 25 dias”. Porém, segundo a meteorologista, alguns municípios já estão há mais dias sem chuva, como Campo Grande por exemplo, que já contabiliza 31 dias de estiagem.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que para uma boa qualidade do ar, a umidade deve ficar em torno dos 60%. No entanto, Mato Grosso do Sul tem registrado índices de até 15% nos últimos dias.

Para este sábado (17.08) o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê índices entre 15% e 65%. O dia começa fresco, com mínima de 13°C, mas durante a tarde o calor predomina, e os termômetros podem chegar aos 36°C.

Na Capital, a previsão é de céu claro com névoa seca, e temperatura em ligeira elevação. As temperaturas ficam entre 18°C e 33°C.  

Cuidados com a saúde

A consequência do tempo seco para a saúde vai desde ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, por exemplo, até o agravamento de doenças respiratórias.

Crianças e idosos são os mais afetados pela baixa umidade do ar. Por isso, é necessária atenção especial a esses dois grupos de pessoas. O cuidado essencial, é incentivar a ingestão de água, sucos naturais, e água de coco.

Cuidados com a higiene doméstica também são importantes. Evitar o acúmulo de poeira, reduz a incidência de problemas alérgicos. Dormir em local arejado e umedecido pode contribuir para uma noite de sono mais tranquila. Os ambientes podem ser umidificados com toalhas molhadas, reservatórios de água ou umidificadores.

A pele também merece atenção especial neste período. Evitar banhos com água muito quente, que provocam o ressecamento da pele, e usar cremes hidratantes, podem aliviar os sintomas causados pelo tempo seco.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19