Menu
segunda, 20 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Filhote de onça é resgatado com queimaduras no Pantanal de MT

12 setembro 2020 - 08h44Gesiane Sousa

O período mais drástico de queimadas vivida pelo Pantanal de Mato Grosso do Sul (MS) e  Mato Grosso (MT) tem causado além de prejuízo ao meio ambiente e as pessoas, risco à vida dos animais silvestres, que são símbolos da região pantaneira. Na tarde deste sexta (11), um filhote de onça-pintada foi resgatado por um helicóptero da Marinha do Brasil, na região de Porto Jofre (MT), com queimaduras nas patas.

Animal viajou sedado até o Hospital Veterinário da UFMT. Foto: Divulgação Marinha do Brasil

O helicóptero Super Cougar (UH-15), empregado na Operação Pantanal desde o início, em 25 de julho, para o transporte de pessoal e material, foi acionado para levar o animal em segurança até o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prorrogação
Detran-MS amplia prazos e CNHs vencidas podem ser renovadas até 2022
Campanha
Corumbá abre Semana Nacional do Trânsito; atividades vão até dia 24
Prevenção
Campanha antirrábica deve vacinar 30 mil cães e gatos
Há cinco dias
Falta de água no bairro Popular Velha revolta moradores
Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Pesquisa
Dia das Crianças deve movimentar R$ 135 milhões na economia de MS
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Calendário
Proprietário de veículos com placas final 9 devem quitar licenciamento até 30 de setembro
Leilão
Detran-MS abre visitação de 83 lotes disponíveis para desmontagem

Mais Lidas

Balanço
Em três dias, operação Fronteiras e Divisas apreendeu R$ 12 milhões em drogas
Preconceito não!
Jogo da Diversidade acontece hoje com cobertura ao vivo do Capital do Pantanal
Flagrante na fronteira
PMA desmonta acampamento mas caçadores escapam para o Paraguai
Alerta
Com umidade do ar registrando 10%, cidades de MS voltam a ficar em alerta